Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Julianna Peña pede por trilogia com Amanda: “Não vai tocar em mim na próxima”

Presente no UFC Vegas 59, onde as lutas decisivas da mais recente temporada do ‘The Ultimate Fighter’ foram realizadas e três dos quatro finalistas faziam parte do seu time no reality show, Julianna Peña fez o que esperava dela na campanha pela trilogia com a brasileira Amanda Nunes. Na transmissão pós-show, a americana questionou a ausência da rival no evento, para apoiar sua única pupila presente nas finais do ‘TUF’, reforçou seu desejo de enfrentar a ‘Leoa’ novamente e ainda fez uma ousada previsão para o possível terceiro confronto.

Responsável por chocar o mundo das lutas ao vencer Amanda Nunes em dezembro do ano passado, encerrando, assim, uma longa invencibilidade da baiana, Julianna Peña viu seu reinado na divisão dos galos (61 kg) do UFC durar pouco. Na revanche, realizada em julho, a americana foi amplamente dominada pela ‘Leoa’ nos cinco rounds da disputa e viu o cinturão voltar para o Brasil.

Agora, Julianna insiste na campanha por um terceiro duelo entre elas, ou, como ela tem chamado: o oitavo round, em alusão aos sete rounds disputados pelas duas nas duas primeiras batalhas. E como não poderia ser diferente, Peña aproveitou a oportunidade no último sábado para provocar sua rival, questionando sua ausência no evento que promoveu as finais da última temporada do ‘The Ultimate Fighter’, nas quais a única representante do ‘Team Amanda’ era Brogan Walker-Sanchez, que foi derrotada por Juliana Miller, do time da americana, assim como Mohammed Usman e Zac Pauga, que decidiram o título entre os pesos-pesados, com a vitória do primeiro.

“Eu estou pronta para o oitavo round agora, tipo, vamos nessa! Eu estou aqui, onde você está, Amanda? Amanda, sério, onde você está? Você deixou sua garota sozinha lá. Eu apareci para o Time Peña, ela não deu as caras para o Time Nunes. Eu estou aqui, estou pronta para o oitavo round”, afirmou Julianna.

E nem mesmo o domínio da ‘Leoa’ na segunda luta entre elas parece intimidar a americana, pelo contrário. Julianna cita as mudanças implementadas por Amanda no segundo confronto, especialmente o fato de ter mudado sua base de destra para uma postura de canhota na luta em pé, como uma espécie de reconhecimento ao seu talento. Pega de surpresa por estas mesmas modificações adotadas pela rival na mais recente batalha, Peña promete anular completamente o jogo da baiana no possível terceiro capítulo da trilogia, desde que tenha tempo para se preparar para todas as novidades impostas pela campeã.

“Quando alguém reformula inteiramente e muda completamente sua base e seu estilo de luta por causa de mim, eu tomo isso como um elogio, sabe? E eu acho que se você me der o tempo para me preparar para ambas as bases de Amanda, ela não vai tocar em mim na próxima vez. Eu estou apenas torcendo para que ela se recupere e esteja apta a voltar antes do final do ano porque eu vou estar pronta para essa trilogia”, declarou a americana.

Amanda Nunes e Julianna Peña se enfrentaram pela primeira vez em dezembro do ano passado. Considerada por muitos como a maior lutadora de todos os tempos, a brasileira foi finalizada ainda no segundo round da disputa, perdendo o título do peso-galo, em uma das maiores zebras da história do esporte. Na revanche, disputada sete meses depois, a ‘Leoa’ se reinventou e, com uma nova estratégia, dominou completamente os cinco rounds da batalha, levando a melhor na decisão dos juízes e reconquistando o cinturão até 61 kg do Ultimate. Antes do segundo duelo, as rivais protagonizaram a mais recente edição do ‘TUF’, capitaneando as equipes do programa.

Mais em UFC