Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

UFC

Jones responde ‘trash talk’ de Blachowicz e provoca: “Que tal construir legado?”

Ao mesmo tempo que é um dos lutadores de maior sucesso na história do MMA, Jon Jones também possui uma coleção de desafetos ao longo de sua trajetória no esporte. Recentemente, ‘Bones’ discutiu publicamente com Chael Sonnen, Daniel Cormier, Dana White, Israel Adesanya e, ao que parece, Jan Blachowicz também passou a integrar sua lista negra. O motivo é simples, já que o polonês costuma provocar o atleta pelas redes sociais.

Através da mesma plataforma (veja abaixo ou clique aqui e aqui), Jones respondeu o ‘trash talk’ feito por Blachowicz, se gabou de seus feitos no MMA e aconselhou o rival. Por mais que a dupla não troque ofensas, o atrito entre os atletas é nítido. A animosidade que envolve os lutadores se iniciou em 2020, quando o polonês nocauteou Corey Anderson e se aproximou de disputar o cinturão dos meio-pesados (93 kg). Na ocasião, ‘Bones’ mostrou animação para a possível luta, mas decidiu se aventurar no peso-pesado e abdicou do título.

Na luta para definir o novo campeão dos meio-pesados, Blachowicz nocauteou Dominick Reyes e aproveitou a conquista do cinturão para, novamente, desafiar Jones. Ao tomar conhecimento dos ataques do polonês, ‘Bones’ explicou que seu foco não está na antiga categoria. Como mudou de patamar no esporte ao superar Israel Adesanya na temporada 2021, o europeu buscou o duelo contra o americano e o acusou de ter medo. Sem paciência, o ex-rei da divisão zombou do rival e indicou que ele se esforça para criar um cenário de fantasia.

“Blachowicz, que tal você construir seu próprio legado sem falar besteira sobre mim? Lute, conquiste 10 títulos mundiais e depois pode se exibir como um lutador incrível, alguém de quem fugi ou apenas outra opção para você. Eu tinha tanto medo de Blachowicz, que fui atrás de Ngannou e Miocic, lendárias histórias polonesas”, escreveu o ex-rei dos meio-pesados em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Apesar do posicionamento, o momento de Jon Jones no UFC não é bom e seu futuro na organização é incerto. Após anunciar que subiria para o peso-pesado, ‘Bones’ focou em sua preparação e, visivelmente, seu corpo sofreu mudanças. Dessa forma, o retorno do lutador aos meio-pesados, categoria que dominou, é inviável. Com esse cenário, para permanecer na atual divisão e enfrentar Francis Ngannou pelo título, o americano terá que aceitar o valor que Dana White está disposto a pagar ou convencer o cartola a valorizar seu passe.

Mais em UFC