Siga-nos
Reprodução/Twitter

Bellator

Rival de ‘Pitbull’ na final do GP do Bellator elogia, mas promete destronar brasileiro

Para parte dos fãs, as grandes lutas que o MMA pode proporcionar se encontram no UFC, porém o Bellator também apresenta combates de alto nível e um deles está confirmado. Após vencer Emmanuel Sanchez na edição de número 255, realizada na última sexta-feira (2), em Connecticut (EUA), Patrício ‘Pitbull’ defendeu o cinturão do peso-pena (66 kg) e garantiu presença na final do GP da categoria contra AJ McKee. O clima entre a dupla é hostil, mas não impede a promessa de reconhecer o valor do campeão e mostrar confiança.

Na coletiva de imprensa pós-Bellator 255, McKee elogiou ‘Pitbull’ e enalteceu seus feitos pela organização, mas garantiu que tem o que é preciso para destronar o brasileiro, que não perde uma luta desde 2016. Apontado por parte da comunidade do MMA como uma das principais promessas do esporte, o americano chega respaldado pelos números para o maior combate de sua carreira. No torneio, ‘Mercenary’ superou os três adversários que enfrentou pela via rápida e nunca perdeu um confronto em sua carreira.

McKee e ‘Pitbull’ são tão diferenciados no peso-pena do Bellator, que confirmaram o favoritismo e chegaram à final do GP sem qualquer tipo de susto. O americano mostrou ter conhecimento do status de intocável que o brasileiro possui na organização, porém adiantou que sua fama não o assusta. Pelo contrário, o atleta, invicto no MMA, abraçou o desafio e indicou que seu porte físico é uma vantagem para o aguardado embate contra o campeão. Provocador, o lutador informou que seu auge ainda está por vir, mas, mesmo assim, prometeu se tornar o carrasco do rival.

“Patrício fez o trabalho dele. Ele abalou Sanchez, viu uma oportunidade e finalizou. Agora, estamos na final e posso analisar o que farei na luta. Sou mais alto e tenho maior alcance. Não há como ele chegar perto de mim. Se ele lutar dessa forma, não chegará perto de mim. Ele vai ter que criar aberturas, terá que trazer a luta para mim. Ele tem o cinturão, mas tenho o alcance e a vantagem”, avaliou a promessa do Bellator, antes de completar.

“Essa é uma luta que os fãs desejam há muito tempo. Patrício é subestimado. Ele é um campeão notável por derrotar Chandler. Seu registro e histórico são fenomenais, mas ninguém me venceu. ‘Pitbull’ tem sido o cara e não tenho nada contra ele, mas vou ser campeão. É a nova era. Ele disse que meu tempo acabou? Meu tempo apenas começou”, concluiu.

A.J McKee, de 25 anos, é filho do veterano Antônio McKee, ex-lutador de MMA, e, mesmo com a pouca idade, já é um veterano do esporte e também um dos símbolos do Bellator. O atleta iniciou sua carreira em 2015, disputou 17 lutas em sua trajetória e venceu todas, sendo seis por nocaute e outras seis por finalização. A curiosidade é que todos os embates foram realizados pela organização de Scott Coker.

Mais em Bellator