Siga-nos
Louis Grasse/PXImages

UFC

Johnny Walker lidera evento do UFC e busca apagar má impressão após luta contra ‘Marreta’

Neste sábado (19), Johnny Walker terá mais uma chance de se aproximar do top-5 dos meio-pesados (93 kg) do UFC. Para isso acontecer, o brasileiro terá que vencer Jamahal Hill na luta principal da edição ‘Vegas 48’. O duelo é aguardado por parte dos fãs porque coloca frente a frente duas promessas da categoria que se destacam pela qualidade na trocação e o carioca garante que vai mostrar sua evolução, principalmente, depois de sua última aparição no octógono.

Em sua mais recente performance no UFC, realizada em outubro, Walker protagonizou um embate pouco empolgante contra Thiago ‘Marreta’ e os atletas foram duramente criticados por parte da comunidade do MMA. No encontro, Johnny foi derrotado, mas ressaltou que apresentou pontos positivos. Agora, em seu segundo ‘main event’ seguido pela companhia, o lutador visa provar que não é unidimensional, ou seja, se considera apto para atuar em todas as áreas.

Apesar da recente derrota, Walker não perde a confiança. Tanto que o brasileiro afirma ter o que é preciso para vencer Hill e, inclusive, destaca seu condicionamento físico, movimentação, poder nos golpes e velocidade como pontos importantes em seu jogo. Por outro lado, o americano se recuperou da primeiro e único revés que sofreu na carreira, em dezembro, quando nocauteou Jimmy Crute em 48 segundos. E tal resultado prova que ‘Sweet Dreams’ é uma ameaça aos demais meio-pesados no quesito trocação. Ciente de que possui alto nível na luta em pé, a promessa do MMA conta que seu objetivo é nocautear o carioca de forma rápida para sair ileso do embate, receber um novo compromisso na sequência e explica que se manter em atividade é a melhor maneira de crescer na empresa.

Se a luta entre Walker e ‘Marreta’ decepcionou por conta do comportamento cauteloso dos atletas no octógono, a tendência é que o raio não caia duas vezes no mesmo lugar. Após ser duramente criticado por parte dos fãs, o brasileiro admitiu que deixou a desejar no quesito agressividade e prometeu ser mais ofensivo em seus combates, até para não correr o risco de ser prejudicado pelos juízes laterais. Já Hill costuma ir com tudo do início ao fim de seus duelos, até porque sua natureza é o ataque. Como os protagonistas da ação são strikers e se propõem a travar uma batalha em pé, a expectativa de uma parcela da comunidade do MMA é de que o vencedor leve para a casa um dos bônus de ‘performance da noite’ e fique próximo de integrar o top-5 dos meio-pesados do UFC.

Vale destacar que, originalmente, o ‘main event’ do UFC Vegas 48 seria entre Rafael dos Anjos e Rafael Fiziev, em luta valiosa para o peso-leve (70 kg), mas o embate foi movido para a edição de número 272, em março, porque o atleta do Cazaquistão apresentou problemas com seu visto. Além de Johnny Walker, o Brasil se faz presente no show com Nikolas Motta e Gloria de Paula. ‘Iron Motta’ fará sua estreia na organização contra o veterano Jim Miller, enquanto ‘Glorinha’ vai encarar Diana Belbita e precisa vencer para seguir na empresa.

Confira abaixo o card completo do UFC Vegas 48:

Johnny Walker vs Jamahal Hill
Kyle Daukaus vs Jamie Pickett
Parker Porter vs Alan Baudot
Jim Miller vs Nikolas Motta
Joaquin Buckley vs Abdul Razak Alhassan
Jonathan Pearce vs Christian Rodriguez
Mario Bautista vs Jay Perrin
Gabriel Benítez vs David Onama
Jessica-Rose Clark vs Stephanie Egger
Chas Skelly vs Mark Striegl
Diana Belbita vs ‘Glorinha’ de Paula
Chad Anheliger vs Jesse Strader

Mais em UFC