Siga-nos
Louis Grasse/PXImages

UFC

Israel Adesanya domina Vettori e mantém invencibilidade entre os médios

Campeão dos pesos-médios (84 kg) e apontado como um dos lutadores mais talentosos do mundo, Israel Adesanya colocou seu cinturão em jogo contra o italiano Marvin Vettori neste sábado (12), na disputa principal do UFC 263, evento realizado em Phoenix (EUA). Grande favorito para a disputa, o nigeriano não teve dificuldades para tirar proveito de sua maior desenvoltura em pé para vencer sua terceira defesa de título na organização.

Melhor desde o início, Adesanya trabalhou em todos os rounds para defender as tentativas de quedas do rival e, mesmo caminhando para trás a todo momento, conectou maior volume de golpes. Com chutes nas pernas, por exemplo, ele abriu caminho para minar o ritmo do desafiante e desgastá-lo ao longo dos cinco assaltos.

Com a vitória por pontos, Israel ampliou seu cartel profissional para 21 vitórias no MMA, recorde que conta com apenas uma derrota, anotada justamente em março deste ano, quando ele foi superado pelo polonês Jan Błachowicz na disputa de título dos meio-pesados (93 kg).

Curiosamente, esta foi a segunda vitória de Adesanya sobre o italiano. Em 2018, o triunfo foi anotado em uma decisão dividida dos jurados. Desta vez, porém, nenhuma dúvida foi deixada no octógono sobre quem foi o melhor da noite.

Ainda invicto como peso-médio, o nigeriano caminha a passos largos para imortalizar seu nome entre os maiores da história da categoria. Não à toa, ele já venceu quatro dos cinco primeiros colocados no ranking da divisão.

A luta

Vettori dominou o centro do octógono no início e não demorou para encurtar a distância. Após um chute aplicado pelo campeão, o italiano agarrou sua perna e derrubou, passando a trabalhar no ground and pound. A posição não durou muito e, uma vez em pé novamente, Adesanya mostrou mais desenvoltura e acertou mais golpes. Vantagem parcial. Adesanya 10 x 9 Vettori.

Na segunda etapa, o desafiante voltou a pressionar e chegou a acertar alguns socos no rosto de Adesanya, que caminhou para trás a todo instante. No entanto, seus contragolpes, principalmente chute altos, minaram a defesa de Vettori, que não conseguiu aplicar quedas.Adesanya 20 x 18.

Logo no início do terceiro round, Vettori aproveitou um chute baixo do campeão e o derrubou. Da meia-guarda, o italiano passou a golpear, o que incomodou Adesanya, que tentou levantar e acabou com o desafiante nas suas costas. Mas após se livrar da incômoda situação, o nigeriano aumentou a potência de seus ataques e ampliou a vantagem no confronto. Adesanya 30 x 27 Vettori.

Mancando um pouco com a perna direita, principal alvo dos chutes do rival, Vettori mergulhou em queda no primeiro minuto do quarto assalto, mas não conseguiu manter o campeão com as costas no chão por muito tempo. Novamente em pé, a disputa ficou marcada pela diferença técnica a favor do nigeriano, que chegou a dar tapas nas nádegas do rival como provocação no final de mais um round a seu favor. Adesanya 40 x 36 Vettori.

Acompanhe os resultados do UFC 263:

Israel Adesanya venceu Marvin Vettori por decisão unânime;
Moreno finalizou Deiveson Figueiredo no 3º round;
Leon Edwards venceu Nate Diaz por decisão unânime;
Belal Muhammad venceu Demian Maia por decisão unânime;
Paul Craig finalizou Jamahal Hill no 1º round;
Brad Riddell  venceu Drew Dober por decisão unânime;
Eryk Anders venceu Darren Stewart por decisão unânime;
Lauren Murphy venceu Joanne Calderwood  por decisão dividida.
Movsar Evloev venceu Hakeem Dawodu por decisão unânime;
Pannie Kianzad venceu Alexis Davis por decisão unânime;
Terrance McKinney nocauteou Matt Frevola no 1º round;
Steven Peterson venceu Chase Hooper por decisão unânime;
Fares Ziam venceu Luigi Vendramini por decisão majoritária;
Carlos ‘Boi’ venceu Jake Collier por decisão dividida.

Mais em UFC