Siga-nos
Louis Grasse/PXImages

UFC

Brandon Moreno finaliza Deiveson e faz história para o México no UFC

Então campeão dos pesos-moscas (57 kg) do UFC, Deiveson Figueiredo colocou seu título em jogo neste sábado (12) diante de Brandon Moreno. A disputa foi uma revanche do combate realizado em dezembro passado, em Las Vegas (EUA), e que terminou empatado. Desta vez, porém, o mexicano não teve dificuldades para triunfar.

Melhor desde o início da disputa, Moreno dominou em pé, conectou um knockdown e imprimiu forte ritmo nos três assaltos disputados dentre os cinco previstos. Com um justo estrangulamento, o atleta obrigou o brasileiro a desistir e se tornou o primeiro mexicano da história a ostentar um cinturão do maior evento de MMA do mundo.

Aos 27 anos, Brandon agora acumula um cartel profissional de 19 vitórias, cinco derrotas e dois empates. Por sua vez, Deiveson soma 20 vitórias, dois reveses e um empate.

A luta

O primeiro assalto foi marcado pelo claro domínio do desafiante. Mais rápido, Moreno sobrou no quesito volume de golpes e pouco a pouco obrigou Deiveson a andar para trás. Por sua vez, o brasileiro pouco fez e pareceu ter dificuldade de encontrar o raio de ação para atacar. No minuto final, o campeão sofreu um cruzado no queixo e caiu em knockdown. Deiveson 9 x 10 Moreno.

Na etapa seguinte, Deiveson começou melhor e rapidamente derrubou o rival. Por cima, ele desferiu alguns golpes no ground and pound até aproveitar tentativa de Moreno de levantar para tentar uma guilhotina. No entanto, o mexicano defendeu bem a posição e passou o restante do confronto por cima, golpeando da guarda do brasileiro para garantir nova vantagem parcial, para delírio da torcida. Deiveson 18 x 20 Moreno.

No terceiro assalto, Moreno fez o que ninguém esperava. Depois de levar a melhor em pé, o atleta derrubou e pegou as costas, de onde encaixou um mata-leão após alguns segundos que passou driblando a defesa do então campeão.

Acompanhe os resultados do UFC 263:

Brandon Moreno finalizou Deiveson Figueiredo no 3º round;
Leon Edwards venceu Nate Diaz por decisão unânime;
Belal Muhammad venceu Demian Maia por decisão unânime;
Paul Craig finalizou Jamahal Hill no 1º round;
Brad Riddell  venceu Drew Dober por decisão unânime;
Eryk Anders venceu Darren Stewart por decisão unânime;
Lauren Murphy venceu Joanne Calderwood  por decisão dividida.
Movsar Evloev venceu Hakeem Dawodu por decisão unânime;
Pannie Kianzad venceu Alexis Davis por decisão unânime;
Terrance McKinney nocauteou Matt Frevola no 1º round;
Steven Peterson venceu Chase Hooper por decisão unânime;
Fares Ziam venceu Luigi Vendramini por decisão majoritária;
Carlos ‘Boi’ venceu Jake Collier por decisão dividida.

Mais em UFC