Siga-nos
Natassia Del Fischer/PxImages

UFC

Holly Holm mira revanche contra Miesha Tate para se aproximar do cinturão do UFC

Próxima de completar 40 anos, Holly Holm permanece em posição de destaque no MMA feminino e, ao que parece, vai tentar realizar uma nova corrida para recuperar o cinturão do peso-galo (61 kg) do UFC. Para desafiar Amanda Nunes, número um da categoria, novamente, a americana já possui o roteiro ideal e Miesha Tate tem papel importante nele.

Em sessão de perguntas e respostas na ‘ESPN’ americana, Holm expressou o interesse em enfrentar Miesha pela segunda vez na carreira. Recentemente, ‘Cupcake’, que não lutava desde 2016, anunciou seu retorno ao UFC e tal decisão atraiu ‘The Preacher’s Daughter’. Para o duelo entre as atletas virar uma possibilidade real, Miesha terá que passar por Marion Reneau. Em caso de vitória, Holm adiantou que está de braços abertos para realizar a revanche contra a rival.

Vale lembrar que a dupla se enfrentou em 2016 e a ocasião foi traumática para ‘The Preacher’s Daughter’. Após destronar Ronda Rousey, a americana colocou o cinturão do peso-galo em jogo pela primeira vez no UFC 196, atração realizada em Las Vegas (EUA), acabou finalizada pela compatriota no quinto round e, consequentemente, perdeu sua invencibilidade no esporte. Como levou a pior no passado, Holm sinalizou que busca redenção.

“Meu plano é disputar o cinturão. Eu sempre gosto de vingar as derrotas, então sim, gostaria de fazer isso. Mas às vezes você pode ficar tão obcecado por uma luta que não foca no que vem em sua direção. O que me levar ao cinturão, esse é meu objetivo e seria incrível seguir em frente. Vingar minha derrota para Miesha e lutar pelo cinturão”, declarou a vaterana.

Holly Holm, de 39 anos, é uma das lutadoras mais condecoradas na história do MMA feminino. Após se destacar no boxe, a americana migrou para as artes marciais mistas em 2011 e estreou no UFC em 2015. Pelo Ultimate, ‘The Preacher’s Daughter’ foi campeã do peso-galo, desafiante da categoria e também do peso-pena (66 kg).

Mais em UFC