Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Grandes nomes do MMA parabenizam Aldo por boa atuação em vitória no UFC 265

Não foi apenas Conor McGregor que parabenizou José Aldo por sua performance no UFC 265. No último sábado (7), em evento realizado em Houston (EUA), o ex-campeão do peso-pena (66 kg) da organização dominou Pedro Munhoz e se aproximou de uma nova disputa pelo cinturão do peso-galo (61 kg) e a atuação encantou alguns velhos conhecidos.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Alexander Volkanovski, campeão do peso-pena do UFC, classificou Aldo como um monstro. Vale lembrar que a dupla se enfrentou em 2019, no Rio de Janeiro, e, na ocasião, o australiano ignorou o ambiente hostil e levou a melhor por decisão unânime.

“Aldo é uma aberração”, escreveu Volkanovski em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Max Holloway, ex-campeão do peso-pena do UFC, também prestou sua homenagem ao brasileiro nas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui) e revelou que se sente bem quando a lenda do MMA atua no octógono. ‘Blessed’ enfrentou o ‘Rei do Rio’ duas vezes na temporada 2017 e venceu por nocaute tanto no Brasil, quanto nos Estados Unidos. Mesmo assim, o clima entre os atletas não é de rivalidade e sim de respeito.

“Adoro ver o Rei do Rio fazendo o seu trabalho!”, escreveu Holloway em sua conta oficial no ‘Twitter’.

O mais recente carrasco de Aldo também se pronunciou (veja abaixo ou clique aqui) e reverenciou o veterano. Assim como parte da comunidade do MMA, Petr Yan, ex-campeão do peso-galo, aprovou a luta entre o manauara e Pedro. O russo mediu forças com o brasileiro em 2020, em encontro valendo o cinturão da categoria, e venceu por nocaute no quinto round.

“Parabéns para a lenda, Aldo. Boa luta”, escreveu Yan em sua conta oficial no ‘Twitter’.

José Aldo, de 34 anos, é um veterano do MMA, considerado por parte da imprensa e dos fãs como um dos principais lutadores da historia do esporte. O brasileiro estreou pelo UFC em 2011, disputou 18 lutas, venceu 12 e perdeu seis vezes. Atualmente, o atleta se encontra em quinto lugar no ranking do peso-galo (61 kg). Seus triunfos de maior destaque na modalidade foram diante de Chad Mendes (duas vezes), Frankie Edgar (duas vezes), Kenny Florian, Pedro Munhoz, Urijah Faber e ‘Zumbi Coreano’.

 

Mais em UFC