Siga-nos
UFC/ Divulgação

UFC

Golpes ilegais custam a vitória de atleta havaiano no UFC Vegas 33

Promissor atleta do Havaí, Kai Kamaka III tinha a missão de fazer as pazes com a vitória no octógono neste sábado (31), no card preliminar do UFC Vegas 33. No entanto, o domínio apresentado diante do colombiano Danny Chavez não foi o suficiente para lhe garantir o triunfo.

Melhor no confronto, Kamaka foi melhor nos dois primeiros assaltos, quando caminhou para frente, dominou o centro do cage e puniu o rival com chutes baixos que rapidamente machucaram a perna de Chavez. No entanto, a segunda etapa não foi exatamente perfeita.

Com dois golpes ilegais (uma dedado no olho e uma joelhada nas partes baixas), Kai Kamaka foi punido com a perda de um ponto e, após um terceiro assalto parelho, viu a vitória escapar entre os dedos após dois jurados apontarem um empate – o terceiro árbitro lhe deu a vitória por 29 x 27.

Com o resultado, o havaiano de 26 anos ampliou seu jejum de vitórias para três duelos no UFC, enquanto que o rival colombiano agora acumula duas lutas sem ter o braço erguido no maior evento de lutas do mundo.

Confira os resultados do UFC Vegas 33:

Chris Gruetzemacher venceu Rafa Garcia por decisão unânime;
Danny Chavez e Kai Kamaka III empataram;
Jinh Yu Frey venceu Ashley Yoder por decisão unânime;
Zarrukh Adashev venceu Ryan Benoit por decisão unânime;
Philip Rowe nocuteia Orion Cosce no 2º round.

Mais em UFC