Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Gilbert Durinho se oferece para ser reserva da luta Chimaev vs Diaz no UFC

Derrotado em sua última luta, realizada em abril, Gilbert Burns busca voltar ao caminho das vitórias no UFC para se aproximar de uma nova disputa pelo título dos meio-méios (77 kg) e, constantemente, pede para atuar contra grandes nomes do MMA. Como tem dificuldade para encontrar adversários ranqueados, ‘Durinho’, atento ao cenário do esporte, mostra interesse em ficar de stand-by para o duelo entre Khamzat Chimaev e Nate Diaz, que acontece em setembro, em Las Vegas (EUA).

De contrato renovado com o UFC, o brasileiro informa que, hoje, seu foco é a luta contra Jorge Masvidal e que apenas detalhes impedem o anúncio do combate. Contudo, anteriormente, ‘Durinho’ também expressou a vontade de enfrentar Chimaev e Diaz. Dessa forma, o niteroiense, por meio de suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), se coloca à disposição da empresa para assumir o lugar de um dos atletas no duelo, se algum imprevisto acontecer.

Vale destacar que a última derrota do niteroiense foi justamente para Khamzat, em uma das lutas mais empolgantes de 2022. Desde então, ‘Durinho’ manifesta o desejo de acertar as contas com o algoz. Gilbert também já desafiou Diaz para um embate, mas o ‘bad boy’ recusou e minimizou a importância do mesmo no MMA. Disposto a encarar tanto Chimaev, quanto Nate no UFC, o brasileiro adianta que vai ficar em forma, caso a oportunidade apareça.

“Eu posso começar um camp caso algo aconteça”, escreveu o ex-desafiante ao título do UFC em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Gilbert Burns, de 36 anos, é um dos principais lutadores brasileiros em atividade no MMA. ‘Durinho’ iniciou sua caminhada no esporte em 2012 e estreou no UFC em 2014. Pela organização, o niteroiense disputou 18 lutas, venceu 13 e perdeu cinco vezes. Número quatro no ranking dos meio-médios, o atleta chegou a disputar o cinturão da categoria em 2021. Seus principais triunfos foram sobre Demian Maia, Gunnar Nelson, Stephen Thompson e Tyron Woodley.

Mais em UFC