Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Gastelum se coloca à disposição para ser reserva de ‘Borrachinha’ vs Whittaker

Kelvin Gastelum, finalmente, colocou um ponto final na má fase. No UFC 258, evento realizado no último sábado (13), em Las Vegas (EUA), o ex-desafiante ao cinturão do peso-médio (84 kg) superou Ian Heinisch, consequentemente, encerrou a sequência de três derrotas e já mirou o futuro. Empolgado com o triunfo, o americano informou que está atento ao que acontece com Paulo ‘Borachinha’ e Robert Whittaker.

Na coletiva de imprensa pós-UFC 258, Gastelum celebrou a vitória sobre Heinisch e mostrou interesse em ser o reserva imediato para o possível embate entre ‘Borrachinha’ e Whittaker. A imprensa especializada especula que o duelo entre os tops do peso-médio pode acontecer no dia 17 de abril e, sabendo disso, o americano está disposto a entrar em cena, caso um dos protagonistas não consiga atuar.

Vale lembrar que, em 2019, Gastelum e Whittaker lutariam na Austrália pelo título da categoria, porém o ex-campeão saiu do combate horas antes de sua realização por conta de uma hérnia abdominal e intestino colapsado, que o forçou a se submeter a uma cirurgia de emergência. Agora, o americano, nono no ranking da divisão, tem a chance de voltar a disputar grandes lutas e ocupar um lugar de destaque entre os melhores atletas.

“Fiz o suficiente para conseguir a vitória, mas não acho que foi nada de especial. Sempre espero mais de mim, porque conheço minhas habilidades e sei o que posso fazer. Estou apenas grato por ter vencido. Agradeço a minha equipe e a todos que me trouxeram a este ponto. Vou ter que conversar com minha equipe, minha gestão, com Dana e ver quais são as opções. Espero vencer três lutas este ano. Só lutei uma vez no ano passado e gostaria de estar ativo. Eu mencionei que, se alguém sair da luta entre Whittaker e Paulo, estaria disposto a assumir se algo acontecer com qualquer um deles. Estarei pronto”, declarou Gastelum.

Após vencer Ian Heinisch, no UFC 258, Kelvin Gastelum não escondeu sua emoção e se mostrou aliviado, já que uma nova derrota poderia colocar em risco sua permanência na organização. Como havia perdido três lutas seguidas, o americano informou que seu objetivo é atuar com mais frequência para refazer sua imagem no MMA e se aproximar do topo do peso-médio.

Mais em UFC