Siga-nos
Diego Ribas

UFC

Ferguson demonstra irritação e admite que título do UFC é “sonho molhado”

Vencedor da 13ª temporada do reality show ‘The Ultimate Fighter’, em 2011, Tony Ferguson construiu uma trajetória de sucesso dentro da principal organização de MMA do planeta. Porém, mesmo com o bom desempenho refletido em vitórias, ‘El Cucuy’ ainda não foi agraciado com a possibilidade de disputar o cinturão linear peso-leve (70 kg) da liga.

Escalado para encarar o brasileiro Charles ‘Do Bronx’ neste sábado (12), pelo UFC 256, o americano – em conversa com a imprensa durante o media day virtual do evento – se mostrou confuso com relação a este fato. Ferguson, que possui 15 vitórias e apenas duas derrotas no octógono do Ultimate, admitiu que a falta de oportunidades de lutar pelo cinturão da categoria é algo que o importuna.

Vale lembrar que ‘El Cucuy’ esteve próximo de garantir seu objetivo. Em 2017, ao vencer Kevin Lee, o excêntrico lutador conquistou o cinturão interino dos leves, mas acabou destituído do título antes de unificá-lo, por conta de uma lesão. Já neste ano, Ferguson enfrentaria o campeão Khabib Nurmagomedov em abril, mas a pandemia do novo coronavírus impediu a realização da disputa. Ao invés do russo, o americano teve pela frente Justin Gaethje, novamente com a cinta interina em jogo, mas acabou superado por nocaute técnico pelo compatriota.

“Cara, esse título é um sonho molhado. Como aquele comercial de seguros: ‘Oh, você quase conseguiu. Continue. Nós vamos apenas continuar balançando ele na sua frente’. Eu não sei qual é o problema. Não sei se é porque eu sou mexicano. Eu sou americano com partes mexicanas. Doze vitórias seguidas. Oito anos batalhando, antes do MMA feminino começar (no UFC). Conor (McGregor) estava na assistência social. Todas essas coisas diferentes, e eu ainda não ganhei meu title shot”, reclamou Ferguson.

No MMA profissional desde 2008, Tony Ferguson soma 25 vitórias e quatro derrotas em seu cartel. Neste sábado, pelo co-main event do UFC 256, o americano mede forças contra Charles ‘Do Bronx’, visando se recuperar da derrota sofrida para Gaethje em maio deste ano e, quem sabe, se aproximar novamente de uma possível disputa de título.

Mais em UFC