Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Fabrício Werdum elege as melhores finalizações de sua carreira no UFC

Não se enganem com Fabrício Werdum. Apesar de ser um atleta carismático, o brasileiro também é um dos pesos-pesados mais perigosos da história do MMA. O veterano possui um cartel de bastante prestígio no esporte e suas importantes vitórias o colocam em um patamar de destaque na categoria. Dono de um jiu-jitsu diferenciado na modalidade, ‘Vai Cavalo’, como o gaúcho é conhecido, conquistou o cinturão do UFC justamente ao apostar na arte suave.

Sendo assim, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Werdum listou as melhores vitórias por finalização que conquistou em sua trajetória no UFC. Como não poderia ser diferente, o ex-campeão do peso-pesado da organização citou a guilhotina aplicada no temido Cain Velasquez, em 2015, como a número um em seu ranking particular. Vale lembrar que, na época, o mexicano dominava a categoria e era apontado como uma nova versão de Fedor Emelianenko. Além disso, o brasileiro informou que treinou o golpe diversas vezes em seus treinamentos e ressaltou que vencer no México teve um sabor especial.

“Gosto de todas as finalizações, mas contra Velasquez é um momento muito especial da minha vida, pois estive no México, me dediquei muito, estava focado para ser campeão do UFC e consegui. Gosto muito dela, porque treinei aquela guilhotina com muitos wrestlers que contratei. A vitória contra Velasquez é muito especial e por isso a coloquei como minha favorita. Ganhei o cinturão e também fiz isso no México, então foi um momento muito especial na minha vida”, declarou Werdum que ainda completou o pódio.

“A segunda tem que ser sobre ‘Minotauro’. Eu tinha perdido para ele no Japão e ‘Minotauro’ é um grande amigo. Também foi um momento muito especial, porque foi no Brasil. Foi depois que fizemos o TUF Brasil. A terceira tem que ser contra Gustafsson. Eu estava preparado e concentrado. Também foi a última luta no meu contrato com o UFC e eu precisava da vitória. No MMA, se você vence, tudo vai bem, mas se eu saísse do UFC com uma derrota, as negociações com o PFL ou qualquer outra organização seriam diferentes. Como venci, do jeito que consegui e sobre um lutador de renome como Gustafsson, preciso colocar essa em terceiro lugar”, concluiu.

Atualmente, Fabrício Werdum assinou com o PFL e, anteriormente, integrou o UFC, Strikeforce e PRIDE. O ex-campeão do peso-pesado da organização de Dana White disputou 34 lutas no MMA, venceu 24, sendo 12 por finalização, perdeu nove e empatou uma vez. Os triunfos mais importantes do gaúcho foram diante de Alexander Gustafsson, Alistair Overeem, Cain Velasquez, Fedor Emelianenko, Rodrigo ‘Minotauro’, entre outros.

Mais em UFC