Siga-nos
Natassia del Frate/PxImages

UFC

Prochazka prega respeito a Reyes antes de enfrentá-lo para se aproximar de título

Jiri Prochazka chegou com tudo ao UFC. Após impressionar ao nocautear Volkan Oezdemir em sua estreia, o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do Rizin foi premiado com uma grande luta na sequência. Agora, ‘Denisa’ enfrentará Dominick Reyes, no evento que a organização vai realizar no dia primeiro de maio, ainda sem local definido, e, em caso de vitória, pode se tornar o desafiante da categoria. Como o adversário tem história na divisão, o tcheco pregou respeito.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Prochazka elogiou Reyes, principalmente, sua atuação na luta contra Jon Jones. Não à toa, o tcheco apontou o adversário como um dos melhores lutadores dos meio-pesados. Na ocasião, o americano protagonizou uma verdadeira batalha contra o ex-campeão da categoria. Apesar da derrota, parte da comunidade do esporte enxergou Reyes como vitorioso.

O equilíbrio da luta foi tanto, que Reyes até pediu a realização de uma revanche imediata com Jones, porém ela não aconteceu. Como o atual oponente possui experiência de lutar pelo cinturão e um porte físico atlético, Prochazka garantiu que vai estar preparado para superar a ameaça e, consequentemente, se aproximar do cinturão da categoria.

“Reyes venceu Jones? Talvez sim. O desempenho dele foi melhor, mas Jones foi campeão. Se você quer vencer o campeão, tem que nocautear. Esse é o problema, não deixe isso para os juízes, especialmente, contra Jones. Ele é o mestre dos pontos. Reyes foi incrível e o encaro como um campeão, como um dos melhores meio-pesados. Não há nada de ruim nele. Eu também quero o título e quero aproveitar cada luta, quero me preparar bem para cada oponente”, declarou Prochazka.

A luta entre Dominick Reyes e Jiri Prochazka é bastante aguardada por parte dos fãs, porque coloca frente a frente dois tops dos meio-pesados e atletas que são conhecidos pelo bom nível na trocação. Inclusive, o duelo já era para ter acontecido, em fevereiro, porém o americano se lesionou e o confronto foi remarcado. Atualmente, o tcheco é o quinto colocado no ranking da divisão, enquanto o ex-desafiante ao cinturão da categoria é o terceiro na tabela de classificação.

Mais em UFC