Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Ex-campeão critica UFC por falta de reajuste no valor dos bônus de performance

A política salarial do UFC tem sido motivo de críticas por parte de importantes membros da comunidade das lutas nos últimos tempos. E agora chegou a vez do ex-campeão peso-médio (84 kg) Luke Rockhold expor publicamente sua insatisfação com os valores pagos pela organização, especialmente em relação aos bônus de performance distribuídos a cada evento realizado.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Rockhold criticou a estagnação do valor pago nos bônus de performance do UFC em contraste com o crescimento da valorização da companhia no mercado. Atualmente, o Ultimate concede, a cada evento, prêmios de 50 mil dólares (cerca de R$ 255 mil) para os atletas vencedores da ‘Luta da Noite’ e da ‘Performance da Noite’.

Essa premiação foi instituída pela organização em 2012 e mantém os mesmos moldes até os dias de hoje, inclusive no que diz respeito ao valor pago aos atletas vencedores dos bônus. Para o ex-campeão, os lutadores precisam questionar a ausência de um reajuste na quantia oferecida pelo UFC.

“As p*** dos bônus de 50 mil dólares estão rolando por duas décadas. Tipo, que m*** é essa? O valor da companhia está subindo para bilhões de dólares e nós ainda estamos presos nos cheques de 50 mil dólares? Que m*** é essa? As pessoas precisam acordar”, disparou Rockhold.

Na visão do ex-campeão, não há razão para que o valor pago aos atletas não seja ajustado de acordo com o crescimento financeiro da organização. Para ele, esta política adotada pelo UFC, no entanto, tende a deixar de existir assim que os atletas decidirem se expressar publicamente contra a falta de valorização. O veterano só não parece muito otimista quanto à velocidade com que isso irá acontecer.

“Isso deveria crescer gradualmente. A companhia, tudo, deveria crescer, nós deveríamos crescer juntos. É assim que um negócio saudável funciona. Quando você constrói um negócio não saudável, ele leva apenas o tempo necessário para o ovo ser quebrado e para que o número suficiente de pessoas tomarem coragem (de questionar). Infelizmente não temos muitos de nós com coragem”, concluiu o lutador.

Ex-campeão peso-médio do UFC, Luke Rockhold se junta a um grupo de estrelas da companhia que já expressaram descontentamento com a falta de valorização salarial por parte da liga presidida por Dana White. Nos últimos tempos, nomes como, Henry Cejudo, Jon Jones, Francis Ngannou, entre outros, reclamaram do valor pago pelo Ultimate aos atletas. Mas, até o momento, não parece que a entidade esteja programando uma mudança nessa área.

Mais em UFC