Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Empresário de ‘Borrachinha’ pede por cinturão interino do UFC; entenda

Passada a sequência de eventos que resultaram no nocaute de Israel Adesanya em Paulo ‘Borrachinha’ e em uma comemoração bastante polêmica, a carreira do brasileiro voltou a ser discutida. De acordo com Wallid Ismail, empresário do mineiro, o desfecho da luta contra o rival, realizada em setembro, não vai atrapalhar seu atleta na busca pelo cinturão do peso-médio (84 kg) do UFC. Pelo contrário, o agente deu a entender que ele segue próximo do título.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Wallid indicou Robert Whittaker como adversário ideal para o retorno de seu atleta ao octógono, informou que o UFC não apenas sabe do interesse nesta luta, como também revelou que o próprio Dana White gostou da ideia e concordou em realizá-la. Ainda sobre o possível duelo entre ‘Borrachinha’ e o ex-campeão dos médios, o empresário pediu que o encontro seja válido pelo cinturão interino da categoria, uma vez que Israel Adesanya, atual número um dela, vai se aventurar nos meio-pesados (93 kg) contra Jan Blachowicz, novo rei da classe, em março. O agente explicou que o título provisório seria a cereja do bolo para dar ainda mais peso a revanche entre seu atleta e o nigeriano.

“Essa luta tem sido discutida desde que anunciaram que Adesanya enfrentaria Blachowicz. Dana White disse que quer essa luta, que faria acontecer e Whittaker disse que só lutaria pelo cinturão na sequência. Só estamos esperando Dana marcar. Esta é a melhor luta nos médios, o número um contra o dois. ‘Borrachinha’ vai vencer e imagine quantos pay-per-views daria uma revanche com Adesanya. É o melhor pay-per-view possível, porque ‘Borrachinha’ e Adesanya se odeiam, mas não podemos deixar a divisão em espera. É por isso que temos que disputar o cinturão interino. O UFC só tem a ganhar e é isso que Dana quer. Ele sabe que ‘Borrachinha’ x Whittaker vai vender bem e também sabe quanto a luta pela unificação do título vai vender”, declarou Wallid.

Paulo ‘Borrachinha’, de 29 anos, viu sua sequência de vitórias no UFC ser interrompida por Israel Adesanya. O nocaute sofrido diante do rival, no segundo round, correspondeu a sua primeira derrota na organização e também na carreira. Atualmente, o brasileiro ocupa a segunda posição no ranking do peso-médio, atrás apenas do nigeriano e de Robert Whittaker.

Mais em UFC