Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Em grande fase no UFC, Brunson surpreende e revela que está perto de se aposentar

Aos 38 anos, Derek Brunson vive sua melhor fase na carreira, mas, ao que parece, ela tem hora para terminar. Neste sábado (12), o veterano vai atuar no UFC 271, evento que acontece em Houston (EUA), contra Jared Cannonier e, em caso de vitória, ficará próximo de disputar o título do peso-médio (84 kg). Contudo, o americano já projeta um futuro diferente.

É bem verdade que Brunson não se opõe em lutar pelo título do peso-médio do UFC logo na sequência. Pelo contrário, o veterano frisa que, se passar por Cannonier, seu nome será a escolha óbvia como novo adversário do campeão. Vale destacar que o atleta venceu cinco combates seguidos e passou a ocupar a quarta posição no ranking da categoria. Entretanto, no ‘media day’ do evento, realizado na última quarta-feira (9), o wrestler surpreendeu ao revelar que seu tempo no MMA está perto do fim. De acordo com o cronograma elaborado pelo lutador, sua trajetória no esporte vai se encerrar de forma especial, em uma possível disputa de cinturão contra um velho conhecido.

“Sinto que combino muito bem com Cannonier. Ele tem que vir e fazer a luta perfeita. Ele tem que ter um pouco de sorte do seu lado e me pegar, mas, habilidade por habilidade, não chega nem perto. Vou sentar e esperar por uma luta pelo título, com certeza. Fiz tudo o que preciso fazer na divisão e sim, é isso. Honestamente, pretendo lutar mais duas vezes. Sinto que sou sortudo e abençoado por lutar no UFC 20 vezes e sou super inteligente. Tenho um bom cérebro, então, eu não quero lutar até não poder mais lutar. Isso é tudo que estou pensando agora. Vencer Cannonier, vencer Adesanya e sair de cena”, declarou o veterano.

Derek Brunson atua no UFC desde 2012 e é integrante de longa data do top-15 do peso-médio. No entanto, o americano nunca disputou o título da divisão e tal retrospecto o levou a ser apontado por parte dos fãs como uma espécie de guardião da categoria. Em sua carreira, o atleta venceu 23 combates, perdeu sete vezes e seus triunfos mais importantes foram sobre Darren Till, Edmen Shahbazyan, Kevin Holland, Lyoto Machida e Uriah Hall.

Mais em UFC