Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Dustin Poirier expressa admiração por Charles ‘Do Bronx’: “Se reergueu várias vezes”

Dustin Poirier foi o principal vitorioso no UFC 264. No evento que aconteceu no último sábado (10), em Las Vegas (EUA), ‘The Diamond’ nocauteou Conor McGregor novamente, dessa vez no primeiro round, encerrou a trilogia em vantagem sobre o rival e se aproximou de uma nova chance de disputar o título do peso-leve (70 kg). Atualmente na primeira posição do ranking da divisão, o americano já projetou o provável duelo contra o campeão Charles Oliveira.

No entanto, se o clima da trilogia entre McGregor e Poirier foi hostil, a tendência é que o cenário não se repita com ‘Do Bronx’. Na coletiva de imprensa pós-UFC 264, ‘The Diamond’ expressou sua admiração pelo campeão do peso-leve e potencial adversário e mostrou que acompanha a carreira do brasileiro durante seus quase 11 anos na organização. De acordo com o americano, Charles apresentou uma força que poucos lutadores possuem e tal esforço foi premiado, uma vez que o mesmo conseguiu mudar sua imagem no esporte e até ganhou o apoio dos que o criticavam.

“Ele não é apenas um cara qualquer que, por acaso, tem o cinturão. Ele é um lutador que se reergueu várias vezes. Enfrentou adversidade em duas categorias, está há uma década no UFC. Ele não é apenas um qualquer com o cinturão. Ele mereceu cada ouro que tem em volta da cintura e eu não tenho nada além de respeito por caras assim. Não o conheço pessoalmente, mas sua história de trabalho, não posso odiar nada que ele fez. É incrível”, enalteceu ‘The Diamond’, antes de completar.

“Isso é mais difícil de fazer do que ficar invicto, porque você nunca aprende coisas sobre si mesmo. Você aprende muito nas perdas, como voltar ao topo e se motivar novamente. É aí que você descobre o que é ser um verdadeiro lutador. Não estou dizendo que esses caras invictos não são. Estou apenas dizendo que tenho respeito por alguém assim, que subiu de volta e ganhou o título”, concluiu.

Charles Oliveira, de 31 anos, vive momento mágico no MMA. Conhecido no esporte pelo jiu-jitsu de alto nível, o brasileiro mostrou que sua trocação também está afiada e representa uma ameaça aos oponentes. Agora, ‘Do Bronx’ possui nove triunfos seguidos, sendo cinco por finalização e três por nocaute. Além disso, o campeão do peso-leve do UFC é o recordista de finalizações na história da companhia (14 vezes) e o lutador que mais venceu pela via rápida (17). Seu cartel profissional é composto por 31 vitórias, sendo 28 pela via rápida, e oito derrotas.

Dustin Poirier, de 31 anos e ex-campeão interino do peso-leve do UFC, é um dos lutadores mais condecorados na história da categoria. No MMA desde 2009 e no Ultimate dois anos depois, ‘The Diamond’ superou nomes importantes como Anthony Pettis, Conor McGregor (duas vezes), Dan Hooker, Eddie Alvarez, Jim Miller, Justin Gaethje e Max Holloway (duas vezes). Atualmente, o atleta ocupa a primeira posição no ranking da divisão e possui um cartel composto por 28 vitórias, sendo 21 pela via rápida, seis derrotas e um ‘no contest’.

Mais em UFC