Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Derrick Lewis critica estilo pragmático de Ciryl Gane: “Lutador chato”

Recordista de vitórias por nocaute na história do Ultimate, Derrick Lewis é, indiscutivelmente, um dos lutadores com maior capacidade de entreter os fãs do MMA na atualidade. Mas neste sábado (7), o peso-pesado terá um duro desafio pela frente, ao enfrentar o francês Ciryl Gane, na luta principal do UFC 265, em Houston (EUA), cidade natal do americano.

Em conversa com a imprensa durante o media day do evento, Lewis destacou seu desejo de entregar um grande espetáculo para os torcedores que estarão presentes no ‘Toyota Center’, em Houston, mas admitiu que sua missão pode ser dificultada pelo estilo de jogo estratégico e pragmático do rival, o qual classificou como “chato”. Mesmo assim, o americano prometeu fazer o que estiver ao seu alcance para tentar despachar mais um adversário pela via rápida.

“Não é que eu não tenha preparo físico para cinco rounds, é que não vai ser empolgante (lutar) por cinco rounds porque ele é um lutador chato. Ele gosta de ficar de longe e soltar muitos chutes baixos e coisas do tipo, mas eu realmente quero ter uma luta empolgante aqui na minha cidade natal. Vencendo, perdendo ou empatando, eu quero que seja uma luta empolgante”, ponderou Derrick Lewis, antes de completar.

“Ele é técnico, e isso é bom para ele. Eu acho que ele é um bom lutador, sabe. Eu não o acompanho muito. Não acompanho muito sua carreira, mas isso é bom para ele”, finalizou.

O duelo entre Derrick Lewis e Ciryl Gane – números dois e três do ranking dos pesados, respectivamente – terá em jogo o cinturão interino da categoria. O vencedor do confronto, portanto, garantirá a oportunidade de unificar o título contra o atual campeão linear, o camaronês Francis Ngannou, na sequência.

Mais em UFC