Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Daniel Cormier aconselha vencedor de Chandler vs Hooker a desafiar McGregor

O vencedor do duelo entre Michael Chandler e Dan Hooker, que servirá como co-main event do UFC 257, marcado para acontecer no dia 23 de janeiro, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), estará em uma posição privilegiada. Pelo menos é o que sugere Daniel Cormier, ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) e dos pesos-pesados do Ultimate, e atual comentarista da franquia.

Na visão do ex-lutador, o fato de fazer a luta anterior à disputa entre Conor McGregor e Dustin Poirier pode ser aproveitado pelo vencedor do co-main event, especialmente para desafiar o irlandês, principal estrela do UFC no que diz respeito ao aspecto financeiro e que, caso saia vencedor do duelo contra o americano, deve se credenciar para uma disputa de título.

A tática, de acordo com Cormier, seria similar à utilizada por Khabib Nurmagomedov, seu amigo pessoal e companheiro de equipe na ‘American Kickboxing Academy’. Em novembro de 2016, o russo derrotou Michael Johnson no card preliminar do UFC 205, e aproveitou para desafiar McGregor, que nocautearia Eddie Alvarez na mesma noite, pela luta principal do evento. O desafio impulsionou a carreira de Khabib e três combates depois ele mediria forças justamente com o irlandês.

“Khabib estava nas preliminares: ‘Eu quero lutar com sua galinha’. Do nada, eles começaram a mencionar Khabib e Conor na mesma respiração. Khabib não era o campeão ainda, ele era um jovem lutador em ascensão, e então isso cresceu”, relembrou Daniel Cormier, antes de comparar com a situação atual de Michael Chandler e Dan Hooker.

“Para Chandler, estar no co-main event, isso o coloca na posição perfeita. E Dan Hooker também. Se eu fosse Dan Hooker e eu tivesse vencido (Michael Chandler), eu imediatamente diria algo sobre McGregor. Qualquer um que ganhar no peso-leve nesse card, você diz algo sobre McGregor. Porque advinha só? McGregor não vai ter a possibilidade de não responder. Ele vai dizer algo de volta. Ele vai dizer algo e te elevar. Existe um nível de estrelato que vem ao lutar no mesmo card que esse cara que eu nunca vi antes”, finalizou Cormier, em participação no programa ‘DC & Helwani’, da ‘ESPN’ americana.

Com a aposentadoria de Khabib Nurmagomedov, atual campeão peso-leve do Ultimate, o card do UFC 257, que acontece no dia 23 de janeiro, ganhou ainda mais importância. O duelo entre Conor McGregor e Dustin Poirier deve definir o vencedor como próximo a lutar pelo cinturão da categoria.

Mais em UFC