Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Dana White lista motivos para a revanche entre Khabib e Conor acontecer no UFC

A primeira luta entre Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov aconteceu em outubro de 2018 e Dana White nunca escondeu o interesse em realizar a revanche entre os atletas. Ao mesmo tempo que o encontro foi grandioso, ele também foi polêmico. Na ocasião, o atual campeão do peso-leve (70 kg) do UFC finalizou o ex-número um da categoria no quarto round, porém sua vitória acabou ofuscada por uma confusão generalizada no octógono. Apesar do ocorrido, o líder da companhia ainda não desistiu da ideia de realizar um acerto de contas entre os desafetos.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘The National’, Dana listou dois motivos para o possível duelo entre os ex-campeões do UFC, Khabib e McGregor, ser oficializado. O presidente da organização citou a animosidade que ainda existe como principal fator e complementou ao mencionar a importância do segundo embate para o legado dos astros do esporte. Além disso, o líder da companhia não titubeou ao apontar a revanche que envolve ‘Notorious’ e ‘The Eagle’ como a maior luta da história do Ultimate.

“Todos pensam que Khabib não quer enfrentar McGregor. Khabib odeia McGregor e McGregor odeia Khabib. Se essa é a luta a ser feita, meu trabalho é torná-la real. Seria a maior luta da história. Aqui está outro problema, quando você está em uma posição como a minha. Esses dois caras são insanamente ricos. Muitas lutadores se aposentam por aqui. Você pode se aposentar? A maioria não pode se aposentar. Esses caras fazem isso direto. Alguns tiram anos de folga e voltam. McGregor e Khabib são incrivelmente ricos e isso também desempenha um grande fator. É uma luta que envolve muito dinheiro. Isso é o número um. O número dois é que essa é uma luta importante para o legado de ambos. Se você é McGregor, você quer vingar aquela derrota. Se você é Khabib, você quer vencer duas vezes para provar que é melhor”, declarou Dana.

O duelo entre Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor aconteceu em 2018 e, na ocasião, o clima para a batalha foi bélico. A estrela irlandesa atacou o russo, sua família, país e religião e, durante a luta, Khabib provocou o rival, enquanto desferia golpes no desafeto. Após a vitória do campeão do peso-leve do UFC por finalização no quarto round, o octógono se transformou em um campo de guerra e os envolvidos foram punidos. Desde então, Khabib finalizou Dustin Poirier e Justin Gaethje e McGregor nocauteou Donald Cerrone.

Mais em UFC