Siga-nos

UFC

Conselheiro revela que Jon Jones pretende lutar com 125 kg no UFC

O aguardado retorno de Jon Jones ao octógono do UFC é um dos assuntos que mais gera expectativa na comunidade das lutas nos últimos tempos. Sem lutar desde fevereiro do ano passado, poucos meses antes de abdicar do cinturão dos meio-pesados (93 kg) e anunciar sua intenção de subir de categoria, ‘Bones’ – em meio a um impasse financeiro com o Ultimate e ao processo de ganho de peso – segue sem previsão de estreia na nova divisão. Mas sua situação foi atualizada por um importante membro de sua equipe.

Contratado como ‘conselheiro’ pelo ex-campeão dos meio-pesados, Richard Schaefer – em participação no programa ‘MMA Hour’ – revelou que, originalmente, a equipe do americano trabalhava para seu retorno no final deste ano, mas o próprio Jon Jones decidiu adiar a programação, em virtude do processo de ganho de peso.

De acordo com o profissional – conhecido promotor de boxe, que durante anos atuou como CEO da ‘Golden Boy Promotions’ -, Jones se encontra atualmente próximo ao limite do peso-pesado do UFC, com cerca de 118 kg, mas a meta do lutador seria chegar, de forma saudável, aos 125 kg antes de sua estreia na divisão, se enquadrando definitivamente entre os atletas de maior massa da categoria.

“Ele disse: ‘Olhe, eu não vou estar pronto em novembro ou dezembro. Eu quero ganhar peso. Eu quero ganhar peso de uma forma inteligente, de uma forma estratégica, não só ganhar peso e ser um peso-pesado grande. Eu quero ganhar o peso correto'”, contou Schaefer, antes de continuar.

“Por sinal, eu conversei com ele ontem. Ele está com 260 libras (cerca de 118 kg) agora, 260 (libras) de músculo, força e explosão. O objetivo dele é ir até 275 (libras, cerca de 125 kg) e, basicamente, ser o maior e mais malvado peso-pesado que o UFC já viu”, concluiu o ‘conselheiro’.

Desde o anúncio de que subiria para o peso-pesado, Jon Jones tem compartilhado – através de suas redes sociais – algumas imagens do seu processo de ganho de peso, mostrando as visíveis mudanças pelas quais o seu corpo tem passado. Porém, além da questão física, o ex-campeão dos meio-pesados tem outro obstáculo a superar antes de estrear na nova divisão: chegar a um acordo salarial com o UFC. Nos últimos tempos, ‘Bones’ tem travado uma batalha com a organização em busca de maior valorização financeira e o imbróglio não parece próximo do fim.

Mais em UFC