Siga-nos
Gaspar Bruno

UFC

Clima hostil! Deiveson e Moreno fazem encarada tensa e com provocações

Deiveson Figueiredo faz questão de demonstrar que não possui qualquer apreço por Brandon Moreno. Inimigos declarados, os tops do peso-mosca (57 kg) do UFC protagonizaram mais um momento tenso em uma das maiores rivalidades do MMA atual. Nesta quarta-feira (18), no ‘media day’ da edição de número 283, no Brasil, o paraense, campeão da categoria, tentou se impor utilizando o fator casa ao ficar frente a frente com o rival.

Na tradicional encarada pré-luta, Deiveson se apresentou mais sério do que o mexicano. Enquanto Moreno colocou as mãos para trás, o brasileiro tirou lentamente seus óculos escuros e colocou as mãos no bolso. E o clima tenso entre os tops do peso-mosca do UFC não ficou restrito apenas aos lutadores. Presentes na cerimônia, membros do staff de Brandon começaram a apoiá-lo, gritando. Imediatamente, integrantes do time de ‘Daico’ não deixaram barato e reagiram também aos gritos. Após a exaltação das equipes, o campeão da categoria provocou o desafeto, que pediu silêncio.

Deiveson Figueiredo, de 35 anos, é um dos grandes lutadores da história do peso-mosca e é bicampeão da categoria no UFC. Na maior organização de MMA do mundo desde 2017, o brasileiro possui 13 lutas, com dez vitórias, duas derrotas e um empate. Seus principais triunfos foram sobre Alex Perez, Alexandre Pantoja, Brandon Moreno, Jarred Brooks, John Moraga, Joseph Benavidez (duas vezes) e Tim Elliott.

Mais em UFC