Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Chimaev inova e pede para enfrentar dois lutadores ao mesmo tempo no UFC

Khamzat Chimaev não está conseguindo mais lidar com o mistério em relação ao seu futuro no UFC. Sem lutar desde outubro, quando finalizou Li Jingliang com extrema facilidade, em Abu Dhabi (EAU), o sueco, que saiu ileso do duelo, pediu para atuar em dezembro e desafiou uma série de atletas, mas não voltou à ação. Agora, cansado de esperar, ‘Borz’ inovou em seu apelo para subir ao octógono.

Em suas redes sociais (veja abaixo o clique aqui), Chimaev, que expressa com frequência sua vontade de lutar, não mudou de postura com sua ascensão nos meio-médios (77 kg) do UFC. Geralmente, quando um profissional se destaca na organização e integra a elite da categoria, passa a ser mais cauteloso e estuda a melhor opção de adversário para continuar crescendo. Contudo, isso não vale para o sueco.

A imprensa especializada especula que a próxima luta de Chimaev seja contra Gilbert Burns, mas, caso o UFC não a oficialize, a promessa do MMA apresenta uma nova proposta. ‘Borz’ não desafiou um atleta específico para ser seu oponente. Confiante em suas habilidades, o sueco colocou Dana White, líder da companhia, em cena, e se ofereceu para encarar dois rivais ao mesmo tempo no octógono.

“Dana, irmão, me deixe lutar com dois caras na mesma noite, não estou brincando”, escreveu a promessa do MMA em sua conta oficial no ‘Instagram’.

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev, de 27 anos, possui quatro lutas no UFC e se encontra em 11º lugar no ranking dos meio-médios. O sueco estreou pela organização em 2020 e, até o momento, suas vítimas nela foram sobre John Phillips, Rhys McKee, Gerald Meerschaert e Li Jingliang em sequência. A curiosidade é que ‘Borz’ venceu os dez combates que disputou na carreira pela via rápida (seis por nocaute e quatro por finalização), estatística que prova sua dominância quando atua.

Mais em UFC