Siga-nos
Dan Wainer/PxImages

UFC

Cejudo classifica revanche Esparza vs Namajunas como a pior luta da história do UFC

Quando lutava, Henry Cejudo era um profissional vocal e, agora, na função de comentarista, permaneceu com a mesma postura. Presente ao UFC 274, evento realizado no último sábado (7), no Arizona (EUA), ‘Triple C’ não perdoou Carla Esparza e Rose Namajunas, que atuaram no ‘co-main event’, em revanche válida pelo título do peso-palha (52 kg).

Como não poderia ser diferente, depois de 25 minutos de pouca ação, parte da comunidade do MMA criticou as atletas pela falta de iniciativa no combate e vontade de atacar. No final, Esparza venceu Namajunas novamente, dessa vez por decisão dividida, e se tornou bicampeã da categoria. Mas, com a quantidade de comentários negativos sobre o duelo, Carla não conseguiu saborear o triunfo, nem Rose teve tempo de assimilar o revés.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘The Schmo’, Cejudo expressou todo seu descontentamento com o encontro entre as rivais e foi duro em sua análise. De acordo com o veterano, as profissionais de alto nível protagonizaram, simplesmente, a pior luta da história da organização.

“Foi absolutamente terrível. Me lembrou como duas pessoas tentando fazer capoeira, onde elas literalmente não estavam se batendo. A pior luta da história do UFC. Nem mesmo uma luta pelo cinturão, foi a pior luta da história do UFC. A vencedora de Joanna e Weili precisa lutar pelo cinturão. Rose, você simplesmente não merece uma revanche. Foi tão horrível. Você não pode fazer isso com meus fãs em Phoenix. Eu levei minha esposa para lá, ela estava animada para ver. E para que?”, declarou o ex-campeão do UFC.

Com a vitória por decisão dividida no UFC 274, Carla Esparza ampliou o placar da rivalidade com Rose Namajunas. Em 2014, ‘Cookie Monster’ finalizou ‘Thug’. Na ocasião, o duelo aconteceu na final da edição de número 20 do reality show ‘The Ultimate Fighter’ e definiu a primeira campeã peso-mosca da história da companhia.

Mais em UFC