Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Após vitória, Rani Yahya elege O’Malley e Vera como alvos para sua próxima luta

No último sábado (20), Rani Yahya venceu o coreano Kyung Ho Kang, em combate disputado no card principal do UFC Vegas 43, e chegou ao terceiro combate seguido invicto, com duas vitórias e um empate. Mais do que isso, o veterano, de 37 anos, sofreu apenas duas derrotas em seus últimos dez combates e, com isso, parece interessado em desafios ainda maiores.

Em conversa com os jornalistas na coletiva de imprensa pós-show, Rani analisou as opções de adversários para a continuidade de sua carreira e apontou duas jovens promessas do peso-galo (61 kg) como seus alvos de preferência. Um dos atletas citados pelo faixa-preta foi o equatoriano Marlon ‘Chito’ Vera, 11º colocado no ranking da categoria e que, assim como o brasileiro, venceu seus dois compromissos na temporada 2021.

Já o outro potencial rival citado por Rani foi o talentoso e polêmico Sean O’Malley, que possui apenas uma derrota na carreira até o momento, justamente para Vera. Para justificar sua candidatura para ser o próximo adversário de ‘Sugar’, o veterano utilizou um argumento bastante inusitado. Levando em conta a cautela com que o UFC escolhe a dedo os oponentes da jovem promessa, praticamente se certificando que o lutador americano saia vencedor de seus confrontos, Yahya se colocou como um desses rivais que poderiam ser vistos como ‘acessíveis’ para o ‘bad boy’.

“Eu vejo Marlon Vera como um bom nome – nós deveríamos ter lutado uma vez, mas eu estava tendo alguns problemas pessoais que me impediram de pegar a luta na época. Eu vejo que tem muito hype em cima dele. Eu adoraria lutar com ele”, afirmou Rani, antes de citar O’Malley como seu outro alvo.

“E tem, claro, o (Sean) O’Malley. Todo mundo quer lutar com ele, mas eu acho que seria uma ótima luta. Interessante para o UFC também, porque eu vejo que eles querem colocá-lo para lutar com algumas pessoas que eles acreditam que ele vai vencer. Nesse momento, eu estou com 37 (anos), sou um veterano, talvez eles acreditem que ele me venceria. Então, eu acho que é uma luta razoável. Eu acho que eu e O’Malley, é alguém que eu adoraria me testar”, concluiu o brasileiro.

Na ativa desde 2002, Rani Yahya soma agora 40 combates no MMA, com 28 vitórias – 21 delas por finalização -, dez derrotas, um empate e um ‘no contest’ (sem resultado). Pelo UFC, onde compete desde 2011, o veterano soma 19 lutas, com 13 triunfos, dois empates e quatro derrotas. Curiosamente, tanto Vera como O’Malley ainda não tinham começado suas carreiras profissionais na época em que o brasileiro chegou iniciou sua trajetória no Ultimate.

Mais em UFC