Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Após provocação, empresário sugere duelo entre Deiveson e Cejudo: “É a luta a ser feita”

Apesar de ter anunciado sua aposentadoria do MMA em maio do ano passado, Henry Cejudo continua bastante ativo, especialmente no que diz respeito às suas conhecidas provocações aos rivais através das redes sociais. Um dos alvos mais recentes do americano foi o brasileiro Deiveson Figueiredo, atual campeão peso-mosca (57 kg) do UFC, categoria anteriormente controlada por ‘Triple C’.

Com três vitórias e um empate, além da conquista e manutenção do título dos moscas do UFC, Deiveson foi apontado por muitos como o lutador do ano em 2020. O empate, diante de Brandon Moreno no último mês de dezembro, foi justamente a arma utilizada por Cejudo para cutucar o brasileiro. E, ao que parece, a provocação não demorou a chegar nos ouvidos da equipe do campeão.

Em resposta ao americano, também através do ‘Twitter’ (veja abaixo ou clique aqui), Wallid Ismail, empresário de Deiveson, sugeriu um possível duelo futuro entre Cejudo e o paraense para resolver as pendências entre eles. O agente ainda apontou para a motivação de colocar frente a frente o atual e o antigo campeão da categoria.

“Essa é a luta a ser feita. Campeão Deiveson Figueiredo x Henry Cejudo campeão aposentado. Depois que o Deiveson vencer o (Brandon) Moreno”, rebateu Wallid Ismail.

Ex-campeão peso-mosca e peso-galo (61 kg) do Ultimate, Henry Cejudo pendurou as luvas após derrotar Dominick Cruz, em maio do ano passado, pegando boa parte da comunidade do MMA de surpresa. Apesar de aposentado, o americano tem flertado com um possível retorno e já deixou claro que, pela recompensa financeira adequada, aceitaria voltar a pisar no octógono.

Por sua vez, Deiveson Figueiredo vive grande fase na organização, tendo conquistado o cinturão dos moscas em julho de 2020, ao superar Joseph Benavidez. O ‘Deus da Guerra’ já defendeu o título em duas ocasiões desde então, a mais recente diante de Brandon Moreno, no UFC 256, quando após cinco intensos rounds saiu do octógono ainda como campeão, já que as papeletas dos juízes apontaram empate majoritário. A expectativa é que a revanche entre o paraense e o mexicano aconteça ainda no primeiro semestre deste ano.

Mais em UFC