Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Algoz de Marlon Moraes vibra com vitória no UFC: “Tem que me matar para me parar”

Merab Dvalishvili foi um dos destaques do UFC 266. No evento realizado no último sábado (25), em Las Vegas (EUA), o georgiano protagonizou uma virada épica diante de Marlon Moraes, nocauteou o adversário e ainda faturou um dos bônus de ‘performance da noite’. Como não poderia ser diferente, ‘The Machine’ vibrou com a sétima vitória seguida e mostrou empolgação com a forma como o triunfo se desenhou.

Na coletiva de imprensa pós-UFC 266, Merab comemorou não só ampliar sua boa fase no MMA, como também por vencer a maior luta de sua carreira. Para alcançar tal feito, ‘The Machine’ teve que sobreviver aos ataques de Marlon, no primeiro round, e, por pouco, não viu sua sequência de vitórias chegar ao fim.

No entanto, ainda nos cinco minutos iniciais, o georgiano quedou o adversário e quase encerrou o combate via ‘ground and pound’. Como é uma máquina de cardio e Marlon apresentou cansaço, naturalmente, o atleta virou a luta e nocauteou no assalto seguinte. De qualquer forma, Merab elogiou o brasileiro, já que o mesmo foi um dos poucos lutadores que o colocou em uma situação de risco. Vale lembrar que, antes do confronto, ‘The Machine’ expressou sua admiração por ‘Magic’ e se considerou honrado por encarar um profissional renomado.

“Estou muito feliz pela vitória. Vitória é sempre uma vitória para mim, principalmente, contra esse forte adversário que é Marlon. Estou muito feliz. Me machuquei, mas você tem que me matar para me parar. Sou um guerreiro. Sobrevivi, estava lutando e, simplesmente, o derrubei. Já fiquei ferido, mas nada assim. Você tem que me matar para me parar. Quem quer que seja o próximo, pode vir. Não me importo”, declarou o atleta.

Merab Dvalishvili, de 30 anos, vive sua melhor fase na carreira. Após conquistar a sétima vitória seguida no UFC, o georgiano ganha cada vez mais notoriedade no peso-galo do UFC e deve se aproximar de integrar o top-5 da categoria. Atualmente, o atleta é o 11º colocado na divisão, mas, como nocauteou Marlon Moraes, pode assumir sua sexta posição.

Mesmo sem tanta fama, ‘The Machine’ é considerado por parte dos fãs e da imprensa especializada como uma ameaça aos demais tops do peso-galo por conta de seu wrestling, condicionamento físico e intensidade. Seus triunfos de maior destaque foram diante de Casey Kenney, Cody Stamann, John Dodson e Marlon Moraes.

Mais em UFC