Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Adesanya ironiza crítica de Whittaker à pontuação dos juízes: “Bebeu o vinho de Borrachinha”

Como era de se esperar, Israel Adesanya não concordou com a opinião de Robert Whittaker, que declarou acreditar ter feito o suficiente para superar o nigeriano na luta principal do UFC 271, no último sábado (12), em disputa válida pelo cinturão dos pesos-médios (84 kg). Na coletiva de imprensa pós-show, o campeão fez questão de ironizar as palavras do rival.

Em tom sarcástico, Adesanya lembrou que Whittaker não é o primeiro adversário a deixar uma luta contra ele alegando ter sido injustiçado pela pontuação dos juízes. Na sua defesa de título anterior, ‘Izzy’ já tinha ouvido reclamação semelhante por parte do italiano Marvin Vettori. O campeão ainda ressaltou que, pela posição na qual se encontra, seus rivais precisam fazer mais do que ‘o suficiente’ se quiserem, realmente, destroná-lo.

“Eu não sei o que ele e (Marvin) Vettori estavam bebendo – talvez fosse o vinho de (Paulo) Costa. Ele não venceu essa luta, e ele sabe disso. (…) Você não faz o suficiente para ganhar o título, você toma o cinturão. Não é assim que as coisas funcionam”, ironizou Adesanya, aproveitando para cutucar o brasileiro Paulo ‘Borrachinha’, que após ser derrotado por ele alegou ter entrado no octógono alcoolizado por ter bebido uma garrafa de vinho poucas horas antes da luta.

Israel Adesanya se tornou campeão peso-médio do UFC em outubro de 2019, ao nocautear o próprio Robert Whittaker, à época detentor do cinturão linear da categoria. Desde então, o nigeriano já defendeu seu título em quatro oportunidades, contra Yoel Romero, Paulo ‘Borrachinha’, Marvin Vettori e Whittaker, respectivamente. No MMA profissional, Izzy segue invicto competindo na divisão até 84 kg, já que sua única derrota na carreira veio quando disputava a cinta dos meio-pesados do UFC, contra o polonês Jan Blachowicz.

Mais em UFC