Siga-nos
Diego Ribas

Suspensão Médica

Larissa Pacheco e Kayla Harrison recebem gancho mínimo após trilogia no PFL

Na última sexta-feira (25), Larissa Pacheco e Kayla Harrison protagonizaram uma batalha de cinco rounds pelo título do ‘GP’ dos pesos-leves feminino (70 kg) do PFL. No entanto, apesar do intenso combate travado no ‘Madison Square Garden’, em Nova York (EUA), as lutadoras podem voltar à ação em breve, já que ambas receberam a suspensão médica mínima após o evento.

Tanto a mais nova campeã brasileira quanto a consagrada judoca americana receberam um gancho de apenas sete dias de repouso obrigatório. Sendo assim, Larissa e Kayla, na teoria, já podem retomar sua rotina de atletas de MMA na próxima sexta-feira (2). As suspensões foram divulgadas pelo site ‘MMA Fighting’, em contato com a Comissão Atlética do Estado de Nova York, órgão responsável por regular os eventos da região.

Outro brasileiro em posição de destaque no supercard do PFL não teve a mesma sorte. Ao disputar a final do ‘GP’ dos pesos-pesados, Matheus ‘Buffa’ foi nocauteado por Ante Delija no primeiro assalto e, além do resultado negativo, recebeu uma suspensão médica obrigatória de 45 dias, além de um gancho por tempo indeterminado até que obtenha uma liberação de um neurologista. Seu rival croata, por sua vez, recebeu apenas sete dias de repouso.

No card preliminar do evento, também tivemos um combate 100% verde-amarelo. Sheymon Moraes, que nocauteou Marlon Moraes no terceiro round, recebeu 14 dias de repouso obrigatório. Já ‘Magic’, que acumulou sua quinta derrota por nocaute consecutiva, terá que ficar afastado obrigatoriamente por 30 dias, além de estar suspenso por tempo indefinido até que obtenha a liberação de um prestador de cuidados primários.

Confira abaixo todas as suspensões do card do PFL:

Larissa Pacheco: repouso obrigatório de sete dias.

Kayla Harrison: descanso obrigatório de sete dias.

Brendan Loughnane: descanso obrigatório de sete dias.

Bubba Jenkins: suspenso obrigatoriamente por 45 dias, suspenso indefinidamente até a liberação do neurologista.

Ante Delija: descanso obrigatório de sete dias.

Matheus Scheffel: suspenso obrigatoriamente por 45 dias, suspenso indefinidamente até a liberação do neurologista.

Aspen Ladd: descanso obrigatório de sete dias.

Julia Budd: descanso obrigatório de sete dias.

Olivier Aubin-Mercier: repouso obrigatório de sete dias.

Stevie Ray: suspenso obrigatoriamente por 90 dias, suspenso indefinidamente até a liberação do neurologista.

Sadibou Sy: suspenso obrigatoriamente por 30 dias, suspenso indefinidamente enquanto se aguarda a liberação do prestador de cuidados primários.

Dilano Taylor: suspenso obrigatoriamente por 30 dias, suspenso por tempo indeterminado liberação ortopédica.

Rob Wilkinson: descanso obrigatório de sete dias.

Omari Akhmedov: suspenso obrigatoriamente por 90 dias, suspenso indefinidamente, pendente de neurologia e liberação do prestador de cuidados primários.

Sheymon Moraes: descanso obrigatório de 14 dias.

Marlon Moraes: suspenso obrigatoriamente por 30 dias, suspenso indefinidamente até a liberação do prestador de cuidados primários.

Natan Schulte: repouso obrigatório de sete dias.

Jeremy Stephens: suspenso obrigatoriamente por 30 dias, suspenso indefinidamente enquanto se aguarda a liberação do prestador de cuidados primários.

Magomed Magomedkerimov: descanso obrigatório de sete dias.

Gleison Tibau: suspenso obrigatoriamente por 30 dias, suspenso indefinidamente até a liberação do prestador de cuidados primários.

Dakota Ditcheva: descanso obrigatório de sete dias.

Katherine Corogenes: suspensa obrigatoriamente por 90 dias, suspensa por tempo indeterminado enquanto se aguarda a liberação do neurologista.

Biaggio Ali Walsh: descanso obrigatório de sete dias.

Tom Graesser: suspenso obrigatoriamente por 60 dias, suspenso indefinidamente enquanto se aguarda a liberação do prestador de cuidados primários.

Mais em Suspensão Médica