Siga-nos
Divulgação/UFC

Ranking

Após derrotas, brasileiros são ultrapassados por algozes no ranking do UFC

Com a presença significativa de lutadores brasileiros no card, o UFC Vegas 59 prometia ser de grandes emoções para a torcida verde-amarela. Porém, dos quatro representantes tupiniquins que subiram no octógono, três saíram derrotados. Os resultados negativos impactaram também na mais recente atualização do ranking do Ultimate.

Derrotado por Jamahal Hill na luta principal do evento realizado no último sábado (6), Thiago ‘Marreta’, por exemplo, caiu três posições no ranking dos meio-pesados (93 kg), e agora ocupa a nona colocação. Por sua vez, o algoz do brasileiro subiu quatro degraus e passou do 10º para o 6º lugar.

Já Vicente Luque, que até pouco tempo atrás sonhava com uma aproximação do topo da divisão dos meio-médios (77 kg), se afastou de seu objetivo e, hoje, está mais próximo de sair do top 10 do que de entrar no top 3. No sábado, o brasileiro sofreu sua segunda derrota consecutiva, ao ser nocauteado por Geoff Neal, que, com o triunfo, ganhou cinco posições e agora ocupa o oitavo lugar na classificação.

Outro brasileiro impactado no ranking de sua categoria após ser derrotado no UFC Vegas 59 foi Augusto Sakai. O peso-pesado curitibano sofreu o quarto revés seguido no octógono mais famoso do mundo, desta vez para Sergey Spivak, e, com isso, deixou o top 15 da divisão, do qual fazia parte há algum tempo. Seu lugar na classificação passou a ser ocupado exatamente pelo seu último algoz.

Única brasileira a ter o braço erguido no octógono do UFC Vegas 59, Mayra ‘Sheetara’, que venceu Stephanie Egger por finalização com pouco mais de um minuto de luta, ainda busca uma vaga no ranking peso-galo (61 kg) da organização. Vale lembrar que, anteriormente, a mineira atuava no peso-mosca (57 kg).

Mais em Ranking