Siga-nos

Notícias

Zhang ironiza experiência de Joanna em lutas de cinco rounds: “Não tem habilidade de finalizar”

A chinesa Zhang Weili é a atual campeã peso-palha (52 kg) do UFC – Diego Ribas

Em busca de sua primeira defesa de cinturão bem sucedida no Ultimate, Zhang Weili encara, neste sábado (7), Joanna Jedrzejczyk – uma adversária com ampla vantagem no quesito experiência dentro do octógono. Ainda que possua duas lutas a mais em seu cartel no MMA profissional, a chinesa – campeã peso-palha (52 kg) do UFC – nunca chegou ao final dos cinco rounds de um combate em sua carreira, ao passo que a polonesa esteve presente em sete batalhas com 25 minutos de duração.

Campeã peso-palha do Ultimate entre março de 2015 e novembro de 2017, Joanna defendeu com sucesso seu título em cinco oportunidades, sendo que apenas uma vez o combate não chegou ao final dos cinco assaltos. Após ser destronada, a polonesa, já como desafiante, tentou recuperar o cinturão da categoria até 52 kg contra Rose Namajunas, mas falhou na decisão dos juízes. Em suas duas últimas lutas – contra Valentina Shevchenko, onde foi superada na busca pela cinta peso-mosca (57 kg), e Michelle Waterson, em um triunfo dominante, respectivamente – Jedrzejczyk também viu os duelos alcançarem a duração total de 25 minutos.

Questionada sobre uma possível vantagem de experiência em favor da desafiante, Zhang não só descartou essa hipótese, como aproveitou para ‘cutucar’ Joanna. De acordo com a campeã – que precisou de pouco mais de 40 segundos para derrotar Jéssica ‘Bate-Estaca’ e conquistar o cinturão peso-palha, em sua única disputa até o momento no UFC com cinco assaltos previstos-, o fato de Jedrzejczyk ter participado em diversos combates com duração total de cinco rounds apenas mostra uma ineficiência por parte da polonesa, que não teria o poder físico e técnico para finalizar suas pelejas. Confiante, a chinesa ainda desafiou a rival para a trocação intensa durante 25 minutos, já que, segundo ela, está com o preparo físico em dia.

“A única razão para ela ter lutado cinco rounds em muitas oportunidades é porque ela não tem a habilidade de finalizar suas oponentes, ponto. No treinamento, eu faço mais de dez rounds. Então, eu não estou assustada para lutar cinco rounds com ela. E se ela quiser fazer os cinco rounds na trocação comigo, entrando e saindo, ela vai ver o meu condicionamento (físico)”, comentou Zhang, através de seu intérprete, em conversa com a imprensa durante o media day do UFC 248, nessa quinta-feira (5), que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight.

Após uma ascensão meteórica desde sua estreia no Ultimate, em 2018, Zhang Weili conquistou o cinturão peso-palha da organização ao derrotar a então campeã Jéssica ‘Bate-Estaca’ por nocaute técnico, na China, em agosto do ano passado. O duelo entre a chinesa e Joanna Jedrzejczyk será disputado no co-main event do UFC 248, que acontece neste sábado, em Las Vegas (EUA).

Mais em Notícias