Siga-nos
Divulgação/PFL

Notícias

Werdum explica decisão de se retirar de luta do PFL: “Preciso priorizar minha saúde”

Após ser confirmada oficialmente sua ausência da segunda rodada do torneio dos pesos-pesados do PFL, Fabrício Werdum explicou os motivos que o levaram a se retirar do combate contra Brandon Sayles, originalmente marcado para o dia 25 de junho. Em comunicado enviado à imprensa através de sua assessoria, o ex-campeão do UFC ressaltou que a decisão foi tomada, levando em conta a opinião médica, para priorizar sua saúde.

De acordo com o comunicado, o neurologista do atleta, Dr. Wuilker Knoner Campos, decidiu impedir a volta do veterano aos treinos neste momento, por conta de um inchaço na têmpora, fruto dos golpes recebidos por Werdum em sua última luta, contra Renan ‘Problema’, pela primeira rodada do torneio do PFL. Por isso, o gaúcho não teria tempo hábil para se preparar para o confronto do dia 25 de junho.

“Já escondi muita lesão para poder lutar quando tinha meus vinte e poucos anos, porém agora preciso priorizar a minha saúde e escutar o profissional. Quero poder aproveitar as minhas filhas, ver o crescimento delas, e no momento esse é o certo a fazer. Estou bem e em breve poderei retornar aos treinos”, declarou Werdum.

Com sua saída da luta do dia 25 de junho, Werdum não conseguirá competir pelos pontos necessários para se classificar para os playoffs do torneio desta temporada, que marca sua estreia pela organização. Vale lembrar que no combate da primeira rodada, o veterano viu uma controversa derrota ser revertida para ‘no contest’ (sem resultado), o que o fez acumular apenas um ponto na competição.

Aos 43 anos, Fabrício Werdum soma 24 vitórias, nove derrotas, um empate e um ‘no contest’ em seu cartel no MMA profissional. O peso-pesado tem como grande destaque na carreira a conquista do título da categoria no UFC, em 2015, além de vitórias sobre grandes nomes da modalidade, como Fedor Emelianenko, Cain Velasquez, Rodrigo ‘Minotauro’, entre outros.

Mais em Notícias