Siga-nos

Notícias

Usman critica Covington por admitir a criação de um personagem para chamar atenção

Colby Covington admitiu que criou um personagem para chamar atenção – Diego Ribas

Colby Covington construiu os últimos anos de sua carreira com vitórias dentro do octógono do UFC e declarações polêmicas fora dele. Porém, recentemente, o falastrão admitiu que este personagem provocador foi criado por ele para chamar a atenção e evitar ser dispensado pela organização. Em uma espécie de coletiva de imprensa entre fãs e lutadores, Kamaru Usman – rival de ‘Chaos’ neste sábado (14), no UFC 245, em Las Vegas (EUA), pelo título meio-médio (77 kg) – questionou o momento escolhido pelo desafeto para assumir que sua postura é um jogo de marketing.

De acordo com o nigeriano, Covington está buscando saídas para se tornar menos odiado caso perca para ele no combate do próximo sábado. Bastante crítico, Usman afirmou que o rival demonstra fraqueza ao não sair do personagem antes mesmo do final da luta. As provocações de Colby já causaram problemas para ele no Brasil, ao enfrentar Demian Maia em outubro de 2017, e até mesmo em sua própria academia. Dustin Poirier e Jorge Masvidal, companheiros do meio-médio na ‘American Top Team’, já ameaçaram agredi-lo, tamanha a irritação causada pelo falastrão.

“Isso é ele tentando inventar desculpas do por que ele vai ter seu traseiro chutado na noite de sábado. Ele já saiu e disse: ‘Oh, isso é só uma encenação’. Eu não dou a mínima. Ele veio e disse: ‘Eles iam me cortar, então é só um atuação’. Seu nerd de m***. Não importa. Depois que você tiver sua bunda chutada, você pode fazer o que quiser. Eu não ligo”, declarou Kamaru Usman, antes de completar.

“É assim que eu me sinto. Se você está encenando, você tem que vender isso. Essa é a sua m***. Isso é uma fraqueza. Ele já está procurando uma saída: ‘Quando eu apanhar no sábado, não me odeie, eu estava apenas atuando porque eles iam me dispensar’. Ele está fazendo isso”, concluiu.

Também presente no evento, Max Holloway – que defenderá seu cinturão peso-pena (66 kg) contra Alexander Volkanovski, também no UFC 245, neste sábado – demonstrou surpresa com as declarações de Covington. O havaiano comparou o personagem criado pelo falastrão com os de lutadores da WWE (liga de pro wrestling americana), mas criticou o fato de ‘Chaos’ ter admitido que tudo não passa de encenação antes de encerrar a carreira, ao contrário das estrelas do telecatch.

Mais em Notícias