Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

UFC 263 vendeu cerca de 600 mil pacotes de pay-per-view no mundo, diz site

Liderado por duas disputas de título e pela presença de um dos atletas mais populares de todo o plantel, o UFC 263, realizado no último dia 12 de junho, atingiu as expectativas em torno da comercialização de pay-per-view. De acordo com o site ‘Sports Business Journal’, a organização teve aproximadamente 600 mil vendas de pacotes de transmissão ao redor do mundo nesta edição do show.

Do número total de pacotes de pay-per-view vendidos pelo UFC 263, cerca de 500 mil vieram através do mercado doméstico, dos Estados Unidos. A marca supera, com sobras, as vendas alcançadas pela edição anterior, de número 262, que, segundo relatos, vendeu aproximadamente 300 mil pacotes de transmissão em território norte-americano.

Os números alcançados também consolidam Israel Adesanya como uma das estrelas com maior apelo comercial da companhia, tendo em vista os bons resultados alcançado por seus últimos compromissos. Além das 600 mil vendas no UFC 263, onde foi um dos protagonistas da noite ao defender com sucesso seu cinturão peso-médio (84 kg) diante do italiano Marvin Vettori, o africano vem de duas marcas significativas nas vendas de pay-per-view.

Em março deste ano, quando encarou o polonês Jan Blachowicz na luta principal do UFC 259, em duelo válido pelo título dos meio-pesados (93 kg), Adesanya ajudou a vender cerca de 800 mil pacotes de pay-per-view ao redor do mundo. Já quando o nigeriano defendeu seu cinturão contra Paulo ‘Borrachinha’, em setembro do ano passado, o evento alcançou a marca de 700 mil vendas.

Além da disputa entre Israel Adesanya e Marvin Vettori, o UFC 263 teve como destaques a revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno, na qual o mexicano saiu do octógono com o cinturão dos moscas (57 kg), ao vencer o paraense. Outra atração promovida pelo show foi o retorno de Nate Diaz, após mais de um ano afastado, em confronto contra Leon Edwards, que terminou com o ‘bad boy’ americano ovacionado pelo público presente, apesar da derrota para o lutador britânico.

Mais em Notícias