Siga-nos
Leandro Bernardes/PxImages

Notícias

Treinador de Jon Jones sugere luta contra Adesanya entre os pesos-pesados

Depois de Israel Adesanya e Jon Jones trocarem farpas publicamente, os rumores sobre um possível confronto perderam força assim que o americano revelou planos de subir de divisão. Nos últimos dias, porém, a rivalidade voltou a ser manchete assim que Dana White confirmou que a próxima luta do nigeriano será na divisão dos meio-pesados (93 kg), contra o novo campeão Jan Blachowicz. Mas, ao menos na visão de um dos treinadores de ‘Bones’, o duelo deveria ser realizado na categoria dos pesos-pesados.

Apesar de estar focado no confronto contra Blachowicz, Adesanya já revelou que seus planos após enfrentar o polonês incluem medir forças com o antigo rival em 2021. No entanto, de acordo com Mike Winkeljohn, para isso acontecer o nigeriano teria de subir mais uma vez de categoria. Em entrevista ao ‘Submission Radio’, o técnico de trocação de Jon Jones ressaltou que não faria sentido o americano voltar à sua divisão de origem após todo o esforço para ganhar a massa muscular necessária para competir entre os pesados.

“Meu primeiro pensamento é peso-pesado. Faça Israel subir para os pesados. Jon Jones sempre enfrentou caras de nome. Sempre foi: ‘Você tem que bater este cara para garantir seu legado’, ele vencia, e aí vinha outro. Jon não precisa perseguir ninguém, eles que precisam perseguí-lo. É assim que eu vejo. É por isso que ele é o melhor. (Então) provavelmente peso-pesado”, destacou o treinador, antes de justificar o seu pensamento.

“A cabeça atual do Jon é subir ao peso-pesado. Isso faz sentido. Uma vez que ele ganhar toda essa massa, não faz sentido descer de volta. Qual o propósito? Voltar para perseguir Izzy? Com certeza não. Jon é o cara, por isso ele é o melhor e as pessoas têm de persegui-lo. Ele é o líder do esporte”, concluiu.

A briga entre Adesanya e Jon Jones começou quando foi especulado um confronto entre os dois, justamente com o nigeriano subindo de divisão para encarar o americano, campeão dos meio-pesados na época. Apesar de o combate não ter se concretizado, os lutadores nunca deixaram de se provocar nas redes sociais, alimentando a rivalidade entre ambos. Embora esteja claro que eles não se gostam, não significa que a equipe de ‘Bones’ não reconheça as habilidades do campeão dos pesos-médios (84 kg) do UFC. 

“Sempre fico pasmo com algumas coisas que ele faz. Ele é um cara difícil de decifrar, porque tem muitas habilidades e um timing muito bom, ótima velocidade e defesa de quedas. Ele é muito completo e está melhorando, ele melhora a cada luta. Estou assistindo e estou muito impressionado com o que eles conseguiram fazer na equipe dele na Nova Zelândia”, revelou.

Invicto no MMA profissional, Israel Adesanya soma 20 vitórias em sua carreira, sendo 15 por nocaute, e não atua desde setembro deste ano, quando defendeu o cinturão diante de Paulo ‘Borrachinha’. Já Jon Jones, tem 26 triunfos, um revés e um ‘no contest’ (luta sem resultado) em seu cartel. Em sua última apresentação, o americano derrotou Dominick Reyes por decisão unânime dos jurados, em fevereiro deste ano.

Mais em Notícias