Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Tito Ortiz renuncia a cargo político após se envolver em polêmicas: “Não deu certo”

O polêmico Tito Ortiz aprontou novamente. Em seus tempos de UFC, a lenda do MMA se notabilizou pelos bons resultados no octógono e pelas polêmicas que protagonizou. Fora de ação, o veterano aproveitou sua popularidade para se aventurar na política, conseguiu se eleger para a Câmara Municipal de Huntington Beach, sua cidade natal, e até se tornou prefeito ‘Pro Tempore’ (uma espécie de prefeito interino). Mas, para a surpresa de muitos, após alguns atritos com seus colegas de Conselho Municipal, Tito optou por renunciar ao cargo na última terça-feira (2).

No entanto, tal decisão não foi nada amigável. Em um posicionamento oficial obtido pelo site ‘MMA Fighting’, Tito explicou que renunciou o cargo político, porque sua família sofreu ataques que antes eram destinados ao próprio. Vale lembrar que a relação da lenda do MMA com os demais integrantes do Conselho Municipal de Huntington Beach nunca foi das melhores e parte deles pediu seu afastamento.

Fiel apoiador de Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, Tito, constantemente, se posicionava contra as medidas de segurança em relação a COVID-19. O veterano se recusava a usar a máscara de proteção que consta no protocolo de combate contra o vírus, chegou a declarar que a pandemia é uma farsa e também enviou seus filhos para a escola sem os agora tradicionais equipamentos de segurança. Dessa forma, Tito foi considerado por parte da comunidade local como uma ameaça, mas, em seu posicionamento, tentou se defender e justificar sua decisão.

“Desde o primeiro dia, fui recebido com hostilidade e julgamento. Sendo uma figura pública, nada é novo. No entanto, o único foco era divulgar informações pessoais todas voltadas para caluniar e difamar meu nome a cada semana. Recentemente, os ataques contra minha pessoa passaram a envolver minha família. Agora, sinto que a segurança deles está em perigo”, declarou a lenda do MMA, antes de completar.

“Para simplificar, este trabalho não está dando certo para mim. Eu tentei o máximo que pude, mas quando a segurança dos meus filhos se torna um problema, sou um pai e vou proteger meus filhos. Fiz o melhor que pude e espero não ter decepcionado ninguém”, concluiu.

Tito Ortiz, de 45 anos, se destacou no UFC, conquistou o título dos meio-pesados (93 kg) da organização em 2000 e defendeu o cinturão em cinco oportunidades. As mais recentes vitórias de destaque da lenda do esporte foram diante dos contemporâneos Chael Sonnen e Chuck Liddell. Sua última aparição na modalidade aconteceu em 2019, quando finalizou Alberto ‘El Patrón’, ex-integrante da WWE.

Mais em Notícias