Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Thiago Moisés lidera esquadrão brasileiro em seu primeiro ‘main event’ no UFC

Neste sábado (17), em Las Vegas (EUA), acontece o UFC Vegas 31, cujo principal destaque é Thiago Moisés. O membro da ‘American Top Team’ vai enfrentar Islam Makhachev, amigo e parceiro de treino de Khabib Nurmagomedov, na primeira luta principal dos profissionais na companhia. Inclusive, quem vencer deve mudar de patamar no peso-leve (70) e se aproximar dos grandes nomes da divisão. Além do paulista, Amanda Lemos, Anderson ‘Berinja’, Francisco Figueiredo, Rodolfo Vieira e Rodrigo ‘Zé Colméia’ representam o Brasil no evento.

A luta principal do UFC Vegas 31 é o clássico encontro entre Brasil e Rússia no MMA e coloca frente a frente duas promessas do peso-leve. Thiago, de 25 anos, ascendeu de forma meteórica no UFC e, após vencer três lutas seguidas, passou a integrar o top-15 da categoria, sendo dono da 14ª posição. Em seu início, o atleta ficou conhecido pelo seu bom nível no jiu-jitsu, mas, aos poucos, evoluiu em pé e até superou especialistas na trocação. Do outro lado, se encontra Makhachev, favorito para o duelo de acordo com as casas de apostas.

Desde sua chegada ao UFC, o russo, de 29 anos, conta com o apoio de Khabib Nurmagomedov. No entanto, apesar da expectativa em torno de sua carreira, Makhachev demorou a se consolidar entre os melhores lutadores do peso-leve. Isso se deu devido a recorrentes lesões e problemas de saúde. Disposto a recuperar o tempo perdido no esporte, o amigo e parceiro de treino do ex-campeão busca ter ritmo de luta e ampliar sua sequência vitoriosa para oito combates, pois só assim irá enfrentar os nomes mais consagrados da divisão. Apesar de estar fora do top-5, ‘The Eagle’ destacou que o compatriota é o atleta ideal para dar continuidade ao seu legado na divisão.

No card principal, Rodolfo Vieira marca presença e com um objetivo em mente: apagar a má impressão deixada em sua última aparição no octógono. Em fevereiro, a lenda do jiu-jitsu conheceu sua primeira derrota no MMA, para Anthony Hernandez, e ela aconteceu, surpreendentemente, por finalização. Além do desfecho traumático, o brasileiro deixou a desejar na trocaçao e no condicionamento físico.

Dessa forma, o faixa-preta da arte suave precisa primeiro vencer Dustin Stoltzfus no peso-médio (84 kg) do que pensar em dar show. Assim como Rodolfo, o americano vem de derrota em sua única aparição no UFC. Para o embate, a expectativa é de que o carioca consiga colocar seu jogo de grappling em prática e, rapidamente, vença por finalização. Se isso não acontecer, Stoltzfus tem boas chances de virar a luta na base do condicionamento físico.

No card preliminar, Amanda Lemos enfrenta Montserrat Ruiz pelo peso-palha (52 kg) para ampliar sua boa fase no UFC e, quem sabe, subir no ranking da categoria. Atualmente, a brasileira está invicta na atual categoria com três vitótias e ocupa a 14ª posição na tabela de classificação. Por sua vez, Ruiz é uma promessa do MMA, que busca se consolidar entre as melhores profissionais da divisão. Após vencer sua primeira luta na companhia, a mexicana tem conhecimento de que superar uma oponente ranqueada vai lhe colocar no mapa. A expectativa é de que o duelo seja movimentado, com Amanda podendo ser melhor em pé e Ruiz no chão.

Pelo peso-galo (61 kg), Anrderon ‘Berinja’ vai atuar sem pressão. Como venceu bem sua última luta e, consequentemente, encerrou a má fase que durava dois combates, o brasileiro recuperou a confiança para lidar com Miles Johns. Assim como o paulista, o americano também levou a melhor sobre o oponente em sua última aparição no octógono. Como possui mais armas e experiência, as chances de ‘Berinja’ para levar a melhor no embate são boas, porém não se pode subestimar o adversário, que mostrou que pode surpreender por conta de seu poder de nocaute.

Francisco Figueiredo tem tudo para impressionar em sua segunda aparição no UFC e ganhar espaço no peso-mosca (57 kg). Após vencer sua estreia na maior organização de MMA do mundo, o irmão de Deiveson vai encarar Malcom Gordon, que perdeu os dois combates que realizou no UFC. Além disso, o canadense também foi o último atleta a se pesar para o evento. Como ‘Sniper’ venceu sem brilho anteriormente, tem a chance ideal de confirmar o favoritismo com uma atuação mais vistosa, já que, na teoria, é superior em todas as áreas.

A luta de abertura do evento acontece entre Alan Baudot e Rodrigo ‘Zé Colméia’ e será válida pelo peso-pesado. Mesmo com a dupla em má fase, a tendência é de que o combate não perca em emoção e se trata de um confronto de estilos. O francês é parceiro de treino de Ciryl Gane e baseia seu jogo na trocação, enquanto o brasileiro aposta no grappling. Apesar dos atletas serem promissores, quem perder novamente pode se ver em situação delicada da organização.

Confira o card completo do UFC Vegas 31:

Islam Makhachev vs Thiago Moisés
Marion Reneau vs Miesha Tate
Jeremy Stephens vs Mateusz Gamrot
Rodolfo Vieira vs Dustin Stoltzfus
Gabriel Benítez vs Billy Quarantillo
Daniel Rodriguez vs Preston Parsons
Amanda Lemos vs Montserrat Ruiz
Khalid Taha vs Sergey Morozov
Miles Johns vs Anderson ‘Berinja’
Francisco Figueiredo vs Malcolm Gordon
Alan Baudot vs Rodrigo ‘Zé Colméia’

Mais em Notícias