Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Sean O’Malley rebate críticas por resultado polêmico no UFC 280: “Não é minha culpa”

No último sábado (22), Sean O’Malley surpreendeu ao vencer Petr Yan, então número 1 do ranking dos pesos-galos (61 kg), por decisão dividida dos juízes no UFC 280, com sede em Abu Dhabi (EAU). O resultado, porém, não dividiu apenas a decisão dos árbitros responsáveis por pontuar a disputa, mas também como a opinião de boa parte dos fãs e imprensa especializada em MMA. Dias após o evento, ‘Sugar’ rebateu as críticas recebidas por conta da contagem polêmica, ao afirmar que não tem qualquer relação com o desfecho da situação.

Através de seu canal de cortes no Youtube, o jovem de 28 anos admitiu que o duelo travado diante do adversário russo foi definido nos detalhes e que é comum que os fãs tenham opiniões distintas sobre o resultado. Mas possivelmente irritado com a proporção que o tema tomou, O’Malley pediu para que os torcedores não lhe enviassem mensagens sobre o assunto e destacou que, no final das contas, seu cartel está com mais uma vitória.

“Era azarão na proporção de quatro para um, há alguns dias. Luta apertada, alguns de vocês podem achar que perdi, outros podem achar que ganhei. No final das contas, disseram (juízes) que ganhei. Luta dura, estou feliz como ela transcorreu, conectei grandes golpes, também recebi grandes golpes (…) Estou todo dolorido, não vou mentir. Estou machucado por chutar cotovelos, queixo e tudo mais. Essa m*** dói, então meus pés e joelhos estão bem doloridos”, avaliou Sean, antes de se afastar de qualquer polêmica sobre a decisão dos juízes.

“Foi uma guerra, uma batalha mental, sabia que seria assim (…) Não é minha culpa, p*** (resultado). Vocês podem ir lá e dizer para os árbitros que eu perdi, para o Dana, podem contar para quem quiser. Mas não digam para mim, se poupem. Porque não é o que meu cartel diz (…) Nós conseguimos, foi épico”, completou.

Independentemente da visão dos juízes, mídia ou fãs, O’Malley deu um grande salto em sua carreira como profissional. Com o mais recente triunfo, o norte-americano roubou a primeira posição no ranking que pertencia a Petr Yan e agora lidera a lista de atletas até 61 kg – atrás apenas de Aljamain Sterling, atual campeão da categoria.

Mais em Notícias