Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Ronda Rousey defende Simone Biles após críticas por falha nas Olimpíadas de Tóquio

As lendas dos esportes não estão imunes aos erros. Nesta terça-feira (27), foi a vez de Simone Biles, um dos grandes nomes da história da ginástica, passar por momentos delicados em sua carreira ao participar das Olímpiadas de Tóquio (JAP). Durante a disputa por equipes, a atleta cometeu uma falha no salto, foi retirada dos demais aparelhos e, como reserva, viu a Rússia superar a hegemonia dos Estados Unidos. Como parte dos usuários das redes sociais não perdoou o equívoco de uma profissional gabaritada, Ronda Rousey a defendeu.

De acordo com a USA Gymnastics (Federação de Ginástica dos Estados Unidos), Biles sofreu um problema médico e será avaliada para participar das próximas finais. Anteriormente, a ginasta americana havia informado sua preocupação com a “saúde mental”. Sabendo do atual momento vivido por Biles, Ronda comprou a briga com os críticos da compatriota em suas plataformas digitais (veja abaixo ou clique aqui).

A ex-campeã do peso-galo (61 kg) do UFC afirmou que é fácil desrespeitar os atletas na internet, ao invés de enaltecer a dedicação e feitos dos mesmos. Vale lembrar que a ex-judoca entende as dores da renomada ginasta. Assim como ela, ‘Rowdy’ disputou as Olímpiadas, conquistou a medalha de bronze em sua modalidade nos jogos de Beijing, em 2008, na China, e revelou que sofreu com a pressão por bons resultados.

“Todo mundo que está julgando Simone Biles não sabe o que fazer quando se trata de estar na posição dela. Ela está na equipe olímpica enquanto você está no ‘Twitter’. O que quer que esteja acontecendo não pode ser entendido de fora. Ela está fazendo o melhor que pode na situação em que ela está”, escreveu a ex-campeã do UFC em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Simone Biles é um dos principais nomes nas Olimpíadas de Tóquio e convive com a pressão por conta de seu desempenho no passado. Em sua carreira, a americana conquistou seis medalhas olímpicas, sendo cinco delas (quatro de ouro e uma de bronze) nos jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

Mais em Notícias