Siga-nos

Notícias

Michel Pereira aplica joelhada ilegal e é desclassificado no UFC Rio Rancho

Diego Sanchez venceu Michel Pereira por desclassificação no UFC Rio Rancho – Rigel Salazar

Vindo de derrota inesperada para Tristan Connelly em seu último compromisso, Michel Pereira buscava se recuperar diante de Diego Sanchez no co-main event do UFC Rio Rancho, realizado neste sábado (15). Com uma boa apresentação, o brasileiro vinha dominando o combate, mas uma joelhada ilegal aplicada no terceiro round definiu o resultado final, com ‘Demolidor’ sendo desclassificado e o americano sendo declarado vencedor.

Mais focado, com menos golpes plásticos e piruetas, do que em suas últimas lutas, Michel fez uma boa apresentação e se encaminhava para a vitória. Com a derrota, o brasileiro acumula dois reveses consecutivos. Já Diego Sanchez – campeão da primeira temporada do reality show ‘The Ultimate Fighter’ – voltou a vencer após ter sido superado por Michael Chiesa em julho do ano passado. O veterano soma agora 30 triunfos e 12 reveses em seu cartel.

A luta:

Logo no início do combate, Sanchez tentou surpreender o rival com um plástico golpe – a partir de uma cambalhota -, especialidade de Pereira. No entanto, após o ímpeto inicial, o americano adotou uma estratégia de movimentação pelo octógono, visando minar o gás do adversário, que o perseguia. Sem as firulas usuais, Michel utilizou sua maior envergadura para acertar bons golpes e manter uma distância segura para o oponente.

No segundo round, Michel seguiu caçando o adversário, que rodava pelo octógono sem parar. Apesar de menor volume e precisão nos golpes, o brasileiro conseguiu bons momentos na trocação, em especial com suas joelhadas voadoras. Por sua vez, Sanchez apostava nos chutes baixos, que eram bloqueados em sua maioria.

Após dois assaltos em que foi mais pragmático em seu estilo de luta, Michel voltou para o terceiro demonstrando mais seu jogo extrovertido. Superior em todas as áreas do combate, o brasileiro dominava, ainda que sem a contundência necessária para finalizar o duelo. Enquanto isso, o veterano americano não encontrava uma resposta para mudar o cenário da peleja.

Restando pouco tempo para o fim da luta, o brasileiro encaixou uma sequência de joelhadas poderosas, mas a última foi com o adversário já no chão. O árbitro imediatamente interrompeu a luta e concedeu ao americano um período de recuperação. Ao questionar se Sanchez estaria apto para continuar, o veterano, ainda que aparentemente estivesse bem, decidiu pelo fim do confronto.

Mexicano é desclassificado e americano estreia com vitória

O confronto entre Brok Weaver e Kazula Vargas, vencido pelo primeiro, terminou com um anticlímax para os lutadores e para o público presente no UFC Rio Rancho. Ainda no primeiro round, o mexicano aplicou uma joelhada ilegal com o adversário no solo e foi desclassificado pelo árbitro.

Vindo do programa ‘Contender Series’, Weaver fazia sua estreia no UFC. Já Vargas sofreu seu segundo revés na organização após ser superado pelo brasileiro Alex ‘Leko’ em seu debute no octógono mais famoso do mundo.

Confira os resultados do UFC Rio Rancho:

Peso-meio-médio: Diego Sanchez venceu Michel Pereira por desclassificação (joelhada ilegal);
Peso-mosca feminino: Montana De La Rosa venceu Mara Romero Borella por decisão unânime;
Peso-leve: Brok Weaver venceu Kazula Vargas por desclassificação (joelhada ilegal);
Peso-casado: Ray Borge venceu Rogério Bontorin por decisão unânime;
Peso-leve: Lando Vannata venceu Yancy Medeiros por decisão unânime;
Peso-meio-médio: Daniel Rodriguez venceu Tim Means por finalização;
Peso-galo: John Dodson venceu Nathaniel Wodd por nocaute técnico;
Peso-leve: Scott Holtzman venceu Jim Miller por decisão unânime;
Peso-meio-pesado: Devin Clark venceu Dequan Townsend por decisão unânime;
Peso-galo: Merab Dvalishvili venceu Casey Kenney por decisão unânime;
Peso-galo feminino: Macy Chiasson venceu Shanna Young por decisão unânime;
Peso-mosca: Raulian Paiva venceu Mark De La Rosa por nocaute.

Mais em Notícias