Siga-nos

Notícias

Mackenzie Dern revela desejo de voltar a competir no jiu-jitsu em busca de título inédito

Mackenzie Dern é mãe da pequena Moa, que completa um ano em 2020 –  Diego Ribas

Multicampeã de jiu-jitsu, Mackenzie Dern deixou os torneios da arte suave de lado para focar em sua carreira no MMA. No entanto, aos 27 anos, a atleta garante que as saudades do “clima família” dos campeonatos da modalidade falam alto a ponto dela se programar para voltar a disputar um mundial na temporada 2020.

Para isso, no entanto, ela dependeria de alguns fatores, como a falta de lesões e até mesmo do encaixe das agendas – Mackenzie tem luta marcada no UFC para o dia 25 de abril enquanto que o Mundial de Jiu-Jitsu foi adiado e segue sem data devido às medidas de prevenção contra a expansão do coronavírus. Mas, se tudo der certo, a filha de Wellington ‘Megaton’ voltará aos tatames, conforme ela mesma revelou à reportagem da Ag. Fight.

“Estou louca para lutar o mundial. Se remarcarem o mundial e der, eu quero lutar esse ano, é meu plano. Estou com vontade de lutar jiu-jitsu. Claro, é difícil dividir tempo, mas se não me machucar, vou focar 100% em tentar o mundial absoluto, título que falta na faixa-preta da IBJJF”, ressaltou a atleta (veja abaixo ou clique aqui), que antes de migrar para o MMA, em 2016, venceu todas as grandes competições da modalidade.

No entanto, por ser uma atleta do UFC, Mackenzie precisa dar satisfação aos patrões. E por mais que ela tenha o aval para competir jiu-jitsu, a organização do maior show de MMA do mundo é rígida e cobra constantemente parcimônia aos contratados para que eles não se machuquem e acabem cancelando suas apresentações no octógono.

“Eles não gostam que você faça uma coisa que possa se machucar, mas, tipo assim, moto, eles não querem que tenha. Eu tenho (risos). Não luto jiu-jitsu se estou em camp, mas o fato de ter lutado a vida toda: ‘Ok, pode lutar’. Claro, tem chance de machucar, mas eu tenho pouca chance, sei muito bem o que estou fazendo. E eles acreditam no que eu estou fazendo, nas minhas escolhas”, ponderou a faixa-preta.

Aos 27 anos, Mackenzie, que deu luz à filhinha Moa em 2019, acumula cartel de sete vitórias e apenas uma derrota no MMA, Em sua última apresentação no octógono, a atleta foi superada por Amanda Ribas na decisão dos jurados e deu adeus À sua invencibilidade no esporte.

Mais em Notícias