Siga-nos

Notícias

Lyoto Machida revela que recusou espera por ‘title shot’ para se manter ativo no Bellator

Lyoto Machida foi campeão da categoria até 93 kg pelo UFC – Leandro Bernardes/Ag Fight

Com duas vitórias desde que trocou o UFC pelo Bellator – uma válida pelos pesos-médios (84 kg) e outra pelos meio-pesados (93 kg) –, era esperado que Lyoto Machida aguardasse por uma oportunidade de disputar o cinturão de uma das duas categorias. No entanto, o brasileiro – que, mesmo com 41 anos, tem como objetivo se manter o mais ativo possível – optou por não esperar e aceitou encarar Gegard Mousasi, em confronto marcado para o próximo sábado (28), na California (EUA).

O ex-campeão até 93 kg do UFC estreou no Bellator com vitória na decisão dividida contra o compatriota Rafael Carvalho, em combate até 84 kg. Em sua segunda apresentação pela entidade, Lyoto derrotou, por nocaute técnico, Chael Sonnen, pela divisão dos meio-pesados. As vitórias, combinadas com o passado glorioso pelo UFC, fariam de Lyoto um forte candidato a disputar o título de qualquer uma das duas categorias. Porém, em conversa com a imprensa no treino aberto do Bellator 228, o brasileiro explicou que não pretendia esperar até o fim deste ano ou início de 2020 para retornar ao cage.

“Para ser honesto, eu estava aberto para lutar até 93 kg ou 84 kg, mas o Bellator me ofereceu a luta contra Mousasi assim que ele enfrentou Lovato (campeão dos médios). E, para me manter bastante ativo, acredito que não posso recusar lutas. Se não aceitasse esse combate, talvez só teria a chance pelo cinturão contra Lovato em novembro ou dezembro. Ou lutar com Ryan Bader (campeão meio-pesado) talvez no final do ano ou no próximo ano. Eu gosto de lutar, pelo menos, duas a três vezes no ano. Esse é o meu plano”, explicou Machida, de acordo com o site ‘MMA Junkie’.

O brasileiro – que admitiu se sentir mais confortável competindo até 93 kg – nocauteou Ryan Bader, atual campeão da categoria pelo Bellator, em agosto de 2012, quando ambos ainda faziam parte do plantel de atletas do UFC. Já no peso-médio, Rafael Lovato Jr. é o lutador a ser batido, caso Machida vise a cinta até 84 kg. Apesar do maior apelo por um novo confronto contra Bader, desta vez com o cinturão do Bellator em jogo, Lyoto declarou que, caso vença Mousasi no sábado, aceitará a primeira disputa por título que lhe for oferecida.

“Quando eu vencer essa luta no sábado, eu vou ter minha disputa pelo título na próxima luta. Em termos de cortar peso, é muito duro cortar até 84 kg. Não é fácil. Eu tenho que fazer uma boa dieta. Então, tem um processo que eu tenho que passar. Mas eu estou aberto. Qual (cinturão) vier primeiro, estou pronto”, finalizou o especialista em caratê.

Este vai ser o segundo duelo entre Lyoto Machida e Gegard Mousasi. No primeiro, em fevereiro de 2014, o brasileiro derrotou o rival por decisão unânime dos juízes, pelo UFC. A peleja entre eles será o co-main event do Bellator 228, que terá em sua luta principal o confronto entre Patrício ‘Pitbull’ e Juan Archuleta, válido pelo GP peso-leve (70 kg) da organização.

Mais em Notícias