Siga-nos
Scott Garfitt / PxImages

Notícias

Leon Edwards volta a provocar o desafeto Masvidal e desafia: “Vamos lutar”

Desde o desentendimento entre eles nos bastidores do UFC Londres, realizado em março de 2019, Leon Edwards tem feito campanha para resolver as desavenças contra Jorge Masvidal dentro do octógono, mas até o momento não teve seu pedido atendido. E a paciência do lutador inglês de origem jamaicana parece próxima de se esgotar.

Em uma série de publicações feitas em sua conta oficial no ‘Twitter’ (veja abaixo ou clique aqui, aqui e aqui), Edwards disparou contra o desafeto e sua equipe, que, de acordo com ele, estão fugindo do duelo sob um pretexto pouco lógico, em sua visão. Posicionado um degrau acima de Masvidal no ranking dos meio-médios (77 kg), o inglês debochou da noção de que o americano não teria nada a ganhar ao enfrentá-lo, que em sua opinião é uma desculpa para evitar o confronto direto com ele.

O atleta europeu também fez questão de classificar o rival como supervalorizado, apontando para o seu histórico de resultados. Aparentemente irritado e disposto a resolver de uma vez por todas a rivalidade com o americano, Edwards ainda desafiou Masvidal para um duelo fora do octógono e sem dinheiro envolvido.

“Eu estou ranqueado acima (dele) e partindo para a minha 9ª vitória em sequência, então você sabe que me vencer te coloca mais perto do título. Mas continue a se esconder atrás da desculpa de que ‘essa luta não faz nada para nós’ que você e todo o seu time de m*** continuam usando porque você sabe que eu vou f*** você”, provocou Leon Edwards.


“Todo mundo já percebeu que toda aquela m*** de Street Jesus durão era tudo marketing? E que Masvidal é, na verdade, um porteiro de m***? Ou as pessoas ainda pensam que ele é bom?”, disparou o inglês.


“Que se f***, Jorge. Vamos lutar, sem dinheiro, lugar em comum, filme isso, jogue no Youtube, o público vai ver que você é um covarde”, desafiou.


Após vencerem Darren Till e Gunnar Nelson, respectivamente, Jorge Masvidal e Leon Edwards tiveram um encontro nada amistoso nos bastidores do UFC Londres, em março de 2019. A acalorada discussão chegou inclusive às vias de fato, com o americano acertando uma combinação de golpes no inglês antes de serem separados, fato que contribuiu para o aumento na rivalidade entre os dois meio-médios.

Mais em Notícias