Siga-nos
Jeff Bottari/Zuffa LLC

Notícias

Khabib elogia Max Holloway e o aponta como possível melhor de todos os tempos

O show que Max Holloway deu no UFC Fight Island 7 ainda não saiu da memória dos fãs do MMA. No sábado (23), o ex-campeão do peso-pena (66 kg) da organização impressionou ao massacrar Calvin Kattar no ‘main event’ da atração que aconteceu em Abu Dhabi (EAU), quebrar recordes individuais da companhia e voltar a se aproximar do cinturão da categoria. Diversas personalidades da modalidade elogiaram a atuação do havaiano no octógono e Khabib Nurmagomedov também se rendeu ao atleta.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘Full Reptile’, o campeão do peso-leve (70 kg) do UFC não só enalteceu os feitos de Holloway no presente, como também projetou um futuro brilhante para o mesmo. De acordo com Khabib, o havaiano já integra a lista de melhores lutadores da história do MMA. Não satisfeito, o russo citou ‘Blessed’, como o atleta é conhecido, como número um do peso-pena e indicou que o profissional pode alcançar o mesmo posto no esporte. Nurmagomedov justificou sua posição ao citar a juventude do americano e a sua constante evolução a cada luta.

“Holloway já é um dos melhores lutadores da história do MMA. Talvez, seja o melhor pena de todos os tempos. Acho que foi o melhor desempenho dele. Quando olhamos para Holloway, ele não é velho, mas tem muitas lutas no UFC. Tem quantos anos, 28, 29? Acho que seu auge está chegando. Talvez este ano ou no próximo. Não foi quando foi campeão. A hora dele vai chegar se continuar focado. Eu, realmente, gosto de Holloway. Essa foi sua melhor atuação, mas acredito que ele tem potencial para ser ainda melhor. Não sei se Holloway é o melhor boxeador, mas ele é um dos melhores. Ele tem cardio, queixo e está mais experiente a cada luta. No futuro, Holloway tem alguns anos para se tornar o melhor lutador de todos os tempos”, declarou Khabib.

Max Holloway se tornou campeão do peso-pena em 2017, quando nocauteou José Aldo, em pleno Brasil, e defendeu o cinturão ao vencer o mesmo Aldo na revanche, Brian Ortega e Frankie Edgar. O havaiano só perdeu o título em 2019, quando encontrou Alexander Volkanovski. Na ocasião, foi derrotado por decisão unânime e, no segundo embate com o rival, levou a pior por decisão dividida.

Mais em Notícias