Siga-nos

Notícias

Jorge Masvidal rebate Dana White: “Não concordamos em nada que você diz”

Jorge Masvidal conquistou o cinturão ‘BMF’ (lutador ‘mais durão’) no UFC 244 – Diego Ribas

O desentendimento público entre Jorge Masvidal e Dana White, presidente do UFC, parece não estar próximo do fim. Na última quarta-feira (24), o lutador utilizou seu canal no ‘Youtube’ para rebater uma recente declaração do dirigente e ressaltar que discorda de todas as suas posições.

Masvidal, que perdeu a chance de disputar o título dos meio-médios (77 kg) por um impasse financeiro nas negociações com o Ultimate, se irritou com uma fala de Dana, em entrevista coletiva antes do evento do último fim de semana, na qual o cartola classificou a trajetória de um lutador como uma oportunidade, e não uma carreira, provavelmente tendo em conta o curto período em que um atleta consegue se manter na ativa comparado com outras profissões. Confuso, ‘Gamebred’ pediu explicações e ironizou a declaração.

“Eu quero abordar algo por conta dessa coisa com Dana White. Dana White disse no outro dia – e talvez você possa explicar isso – ele disse que isso não é uma carreira, que isso é uma oportunidade. Eu tenho feito isso por 16 anos, p*** eu tive muitas oportunidades, né? Isso é uma loucura. Então, isso não é uma carreira, Dana White. É interessante saber disso, cara. Eu realmente penso às vezes que nós não concordamos em nada que você diz, irmão. Como isso não é uma carreira, sabe? É uma loucura”, ironizou Jorge Masvidal.

Apesar da discordância e da tensão crescente entre ele e o presidente do Ultimate, Masvidal deixou claro que não tem nada contra Dana White pessoalmente. Para o lutador, tudo não passa de negócios, onde cada um trabalha para o seu benefício próprio.

“Ele é meu colega de trabalho. Não é como se eu fosse sair com ele para algum lugar em breve, ou algo do tipo. Eu não tenho nenhuma animosidade contra ele, mas eu também não gosto muito dele, porque ele tem que fazer seu trabalho, que é gerar o máximo de dinheiro para sua companhia. Eu tenho que fazer o meu trabalho, que é gerar o máximo de dinheiro para mim. Então, você vê onde isso entra em conflito? Você sabe, nós não concordamos sempre, mas eu não acho que ele é um demônio ou essa pessoa do mal. Eu apenas acho que ele está fazendo seu trabalho e eu tenho que fazer o meu”, concluiu o americano.

Tido como próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios durante meses, Jorge Masvidal viu sua oportunidade ser perdida após uma longa e frustrada negociação com o Ultimate, onde ele divergia do valor oferecido pela organização. Com isso, o brasileiro Gilbert ‘Durinho’ foi o escolhido pela entidade para brigar pelo título da divisão contra o campeão Kamaru Usman no dia 11 de julho, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. Enquanto isso, ‘Gamebred’ segue sem compromisso marcado e em rota de colisão com Dana White, em razão da discordância sobre seu salário.

Mais em Notícias