Siga-nos

Notícias

Jéssica ‘Bate-Estaca’ rouba a cena em pesagem ao presentear rival com uma flor

Realizada nesta sexta-feira (10), a pesagem aberta ao público contou com as últimas encaradas entre os atletas antes dos duelos que irão compor o card do UFC 237, evento programado para este sábado na cidade do Rio de Janeiro. E para a atração principal da noite, uma bela atitude da desafiante Jéssica ‘Bate-Estaca’ Andrade encerrou o clima de rivalidade que se iniciava entre as atletas.

Depois de afirmar após o treino aberto na última quarta-feira que iria socar e estrangular a brasileira, Rose passou a ser vaiada pelos fãs brasileiro que acompanharam o cronograma do UFC ao longo da semana. Mas, ao ficar de frente com a rival, Jéssica lhe ofereceu uma rosa vermelha e um abraço.

“Fiz de tudo o que eu podia, me preparei de todas as formas para anular ela. Estou pronta e estou em casa, vai dar tudo certo, vou dar o meu melhor lá”, bradou ‘Bate-Estaca’, sob aplausos dos presentes.

“Jéssica disse que foi um erro eu ter vindo aqui. Não luto para ser campeã apenas, luto por algo a mais do que isso. Agradeço minha adversaria e ao Brasil por me receber aqui”, narrou a campeã peso-palha (52 kg).

Para as outras duas lutas mais importantes da noite, a plateia também fez questão de demonstrar apoio total aos ídolos Anderson Silva e José Aldo. Ex-campeões, os veteranos viram os rivais Jared Cannonier e Alexander Volkanovski, respectivamente, pregarem calma e respeito,o que amenizou os ânimos durante a torca de olhares.

Momentos antes, porém, o provocador Ryan Spann não seguiu a cartilha tradicional de atletas visitantes e, ao ouvir os gritos de ‘Uh, vai morrer!’, fez gesto com as mãos pedindo silêncio para a torcida. A medida, pelo contrário, garantiu imediata desaprovação da torcida, que ovacionou o ídolo local e adversário do americano Antônio ‘Minotouro’ Nogueira.

Único duelo do card envolvendo dois atletas gringos, BJ Pennvs Clay Guida contou com profissionalismo absoluto entre os lutadores envolvidos. Depois de presentear o ex-campeão com um coco, Guida trocou abraços e palavras de respeito com uma das maiores lendas da história do esporte, que pode pendurar as luvas a qualquer momento, uma vez que carrega sequência negativa de seis derrotas no octógono.

Mais em Notícias