Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Ex-Ultimate é preso em Las Vegas por urinar em cassino e agredir segurança

A atual temporada não foi boa para a imagem dos lutadores fora de seus ofícios. Recentemente, Chuck Liddell, Dillon Danis, Jon Jones, Luís Peña, entre outros protagonizaram problemas com a lei e agora foi a vez de Anthony Rocco Martin integrar essa turma. No último sábado (20), o ex-atleta do UFC foi preso, em Las Vegas (EUA), acusado de praticar agressão e conduta obscena em local público. A informação foi divulgada pelo site ‘8 News Now Las Vegas’.

De acordo com o relato da polícia, Martin teria recusado se identificar, feito ameaças e dado um soco na garganta de um segurança depois que foi confrontado por urinar em um corredor do ‘Caesars Palace’, tradicional hotel e cassino localizado em Las Vegas. Após o episódio que resultou em agressão, os profissionais imobilizaram o lutador e efetuaram sua prisão.

Inclusive, um dos policiais detalhou que o americano parecia estar sob a influência de álcool ou de uma substância controlada, negou qualquer delito e chegou a declarar que foi preso injustamente. Apesar do ocorrido, Martin foi solto no final do mesmo dia e convocado a comparecer ao Tribunal de Justiça de Las Vegas, no dia 19 de janeiro, para uma verificação de bem-estar.

Anthony Rocco Martin, de 31 anos, estreou no MMA em 2012, disputou 23 lutas na carreira, venceu 17 e perdeu seis vezes. Em 2014, o americano realizou seu primeiro combate no UFC, integrou a organização até 2020 e não atuou mais desde então. Seus principais triunfos foram sobre Jake Matthews, Ramazan Emeev, Ryan LaFlare e ‘Serginho’ Moraes.

Mais em Notícias