Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Ex-UFC é preso pela terceira vez no ano por agressão e violência doméstica

A cada dia, Luís Peña mostra que se tornou um perigo para a sociedade ao complicar, constantemente, com a lei. Na última segunda-feira (22), na Flórida (EUA), o ex-lutador do UFC foi preso pelo Departamento de Polícia de Deerfield Beach, acusado de praticar agressão, violência doméstica, lesão corporal e ação criminosa. Essa foi a terceira vez que o americano foi preso em 2021. A informação foi divulgada pela emissora ‘TSN’.

De acordo com o Gabinete do Xerife do Condado de Broward, a fiança de Pena foi fixada no valor de seis mil dólares (cerca de R$ 33 mil reais). Vale lembrar que o lutador protagoniza episódios lamentáveis desde junho. Na primeira vez que foi preso, o americano foi acusado de roubo, sequestro repentino, agressão e ação criminosa decorrente de uma briga com sua namorada, onde ele supostamente a socou e quebrou seu celular.

Em outubro, Pena foi preso novamente pelos crimes de agressão e violência doméstica contra a mesma vítima, depois de ter sido acusado de bater nela várias vezes com o punho fechado e, em seguida, agredir outra mulher após esta testemunhar o incidente e tentar intervir. Dessa forma, o UFC decidiu cortar o lutador de seu plantel por conta se sua conduta em âmbito pessoal.

Luis Peña, de 28 anos, ficou conhecido no esporte por conta de seu estilo de luta chamativo. O atleta iniciou sua carreira na modalidade em 2016 e estreou no UFC dois anos depois. Pela maior organização de MMA do mundo, ‘Violent Bob Ross’ disputou oito combates, venceu cinco e perdeu três vezes.

Mais em Notícias