Siga-nos

Notícias

Ex-campeão do UFC, TJ Dillashaw assume erro por doping e isenta equipe

TJ Dillashaw foi campeão dos pesos-galos do UFC em duas oportunidades – Dan Wainer

Ex-campeão dos pesos-galos (61 kg) do UFC, TJ Dillashaw finalmente se manifestou publicamente nesta sexta-feira (12) sobre o flagra no exame antidoping que lhe custou o cinturão. E, sem rodeios, o atleta assumiu ter cometido um erro e pediu desculpas aos familiares, fãs e parceiros de treinos por sua conduta que o deixará afastado dos octógonos por dois anos.

No relato, publicado em vídeo em suas contas nas redes sociais (confira abaixo ou clique aqui), TJ aparece cabisbaixo e emotivo, fazendo questão de isentar de culpa qualquer pessoa que tenha participado de seu treinamento para o duelo contra Henry Cejudo, realizado em janeiro deste ano.

“Eu estraguei tudo, e estou atravessando um momento difícil para me perdoar. E eu devo ter esse tempo difícil. Aceito as críticas que estou recebendo. O que me faz me sentir mal é sobre meus treinadores, parceiros de equipe e minha família. Eles não tiveram envolvimento nenhum nisso e sinto muito por eles”, narrou, no início do vídeo, com o ombro direito imobilizado devido a uma recente cirurgia.

“Tenho um filho de 15 meses. Quero ser um grande exemplo para ele. Tenho que ter responsabilidade pelo que fiz., aceitar as penalidades por isso. Vou sentar pelos próximos dois anos”, analisou.

Impossibilitado de competir até janeiro de 2021, Dillashaw foi flagrado pelo uso de EPO, uma droga que ficou famosa por ter sido utilizada pelo ciclista americano Lance Armstrong e que garante ao competidor aumento de sua resistência e capacidade física.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by tjdillashaw (@tjdillashaw) on

Mais em Notícias